Navios de guerra russos repelem ataque aéreo em exercício no mar Báltico (VÍDEO)

© Sputnik / Vitaly Ankov / Abrir o banco de imagensDisparo do sistema automático de artilharia AO-18 (AK-630) da corveta Gromky no âmbito dos exercícios anuais Cooperação Marítima 2021 no mar do Japão
Disparo do sistema automático de artilharia AO-18 (AK-630) da corveta Gromky no âmbito dos exercícios anuais Cooperação Marítima 2021 no mar do Japão - Sputnik Brasil, 1920, 27.01.2022
Nos siga noTelegram
Navios da Frota do Báltico da Rússia conduziram disparos de artilharia no âmbito de exercícios de treinamento, informou serviço de imprensa da frota.
Disparos de artilharia foram realizados em alvos que imitavam meios aéreos de ataque. No exercício estiveram envolvidos mais de 20 embarcações e a aviação naval, incluindo as corvetas de mísseis guiados Mytischi, Odintsovo e Zeleny Dol, informa Ministério da Defesa da Rússia.
Os alvos aéreos foram simulados por projéteis de 152 mm disparados por obuseiro autopropulsado a partir do cabo Taran, na região de Kaliningrado.

"No âmbito do exercício, como parte de grupos táticos vão operar navios caça-minas, navios antissubmarino pequenos, navios de mísseis pequenos e lanchas de mísseis", informou Distrito Militar Ocidental.

Anteriormente, a Marinha russa havia anunciado o início de uma série de exercícios que serão realizados nos meses de janeiro e fevereiro e dos quais participarão quatro frotas sob a supervisão do comandante da Marinha. Nestas manobras serão envolvidos mais de 140 navios de guerra e embarcações logísticas, mais de 60 meios aéreos, 1.000 equipamentos militares e cerca de 10.000 militares.
Soldados participam de um exercício no campo de treinamento militar de Yavoriv, perto de Lvov, Ucrânia Ocidental, sexta-feira, 24 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.01.2022
Panorama internacional
'Ucrânia se tornou um brinquedo nas mãos da OTAN', diz ex-mandatário russo
Nesta quarta-feira (26), o secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg disse em coletiva de imprensa que a Aliança "está aumentando a prontidão de suas forças" e elevando a presença no mar Negro e no mar Báltico.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала