Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Chancelaria da Síria exige retirada do contingente militar dos EUA do país

© AP Photo / Hammurabi's Justice NewsMilitares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al-Tanf, no sul da Síria (foto de arquivo)
Militares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al-Tanf, no sul da Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.01.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores da Síria, em meio a uma tentativa do grupo terrorista Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) de tomar uma prisão na cidade de Al-Hasakah, exigiu a retirada do contingente dos EUA do nordeste do país, informa agência estatal SANA.
De acordo com a declaração oficial de Damasco, as ações das milícias curdas que se autodenominam Forças Democráticas da Síria (FDS) e da Força Aérea dos EUA levaram à destruição de infraestruturas na província de Al-Hasakah.
A chancelaria síria acrescentou que "milhares de famílias foram forçadas a deixar suas casas para buscar refúgio em território controlado pelo governo sírio".
"A República Árabe da Síria condena mais uma vez as ações que levaram à deslocação de milhares de cidadãos sírios e que agravaram seu sofrimento e exige a retirada do contingente militar dos Estados Unidos", escreve SANA citando a declaração da chancelaria.
O texto do comunicado do ministério afirma também que as ações das forças americanas e das FDS "equivalem a crimes de guerra e crimes contra a humanidade".
Em 20 de janeiro, os meios de comunicação sírios informaram que terroristas do Daesh tinham tentado fugir de uma prisão em Al-Hasakah, no território controlado pelas FDS.
Militares dos EUA dirigem veículo militar Bradley durante exercícios militares com as Forças Democráticas da Síria (FDS) na província de Deir ez-Zor, Síria, 8 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 18.01.2022
Panorama internacional
Mídia da Síria denuncia roubo de petróleo por 111 veículos dos EUA
Em 22 de janeiro, o canal de TV Al-Arabiya relatou que as FDS, apoiadas pelo Exército dos EUA, tinham lançado um assalto à prisão, parte dos edifícios da qual ainda está nas mãos dos combatentes do Daesh. De acordo com o canal, durante os vários dias de combate as "forças especiais curdas eliminaram 56 terroristas". O número de baixas entre os combatentes das FDS subiu para 33.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала