Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Biden considera situação com reféns em sinagoga no Texas de 'ato de terrorismo'

© REUTERS / Mídia AssociadaO presidente dos EUA, Joe Biden, faz comentários sobre o aniversário de um ano do ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio em Washington, EUA, em 6 de janeiro de 2022
O presidente dos EUA, Joe Biden, faz comentários sobre o aniversário de um ano do ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio em Washington, EUA, em 6 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.01.2022
Nos siga noTelegram
Neste sábado (15), um homem armado não identificado entrou em uma sinagoga na cidade de Colleyville, no estado do Texas, e fez quatro pessoas reféns, incluindo o rabino.
No decorrer da operação da polícia, o atacante foi eliminado e os reféns liberados. Segundo relatos, seu irmão foi condenado por atividade terrorista e ligações com Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).
O criminoso foi identificado pelo FBI como Malik Faisal Akram, um homem de 44 anos de idade e nacionalidade britânica.

"Isto foi um ato de terrorismo", afirmou Biden neste domingo (16), durante visita na cidade de Filadélfia.

O presidente dos Estados Unidos informou que ainda não existem informações em detalhe sobre o motivo do ataque à sinagoga. Biden disse que a suspeita é de que o criminoso teria conseguido suas armas "nas ruas".
Joe Biden também informou que os Estados Unidos falharam e que é preciso focar ainda mais nas questões envolvendo a compra e venda de armas, além da delicada situação das "armas fantasmas", aquelas que não têm um número de série e não podem ser rastreadas pelas autoridades policiais.
O presidente dos EUA, Joe Biden, anuncia ações de prevenção contra a violência armada, na Casa Branca, em Washington, no dia 8 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 08.04.2021
Biden pede fim da isenção para fabricantes de armas contra 'epidemia de violência'
O presidente norte-americano comunicou ter conversado com o procurador-geral Merrick Garland sobre a crise dos reféns e disse estar trabalhando em conjunto com ele para abordar "esses tipos de atos".
No final da noite de sábado (15) um time de policiais da equipe de salvamento de reféns do FBI entrou à força na sinagoga para liberar as três pessoas que ainda estavam sendo feitas de reféns pelo criminoso. Uma pessoa já havia sido liberada durante a tarde.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала