Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Putin denuncia a Erdogan o uso de drones turcos pela Ucrânia em Donbass

© AP Photo / Mikhail MetzelO presidente russo, Vladimir Putin, por meio de videoconferência no Kremlin em Moscou, na Rússia, no dia 2 de dezembro de 2021
O presidente russo, Vladimir Putin, por meio de videoconferência no Kremlin em Moscou, na Rússia, no dia 2 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.12.2021
Nos siga no
O presidente russo, Vladimir Putin, denunciou, em uma conversa telefônica com seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, o uso de drones de combate turcos pela Ucrânia no conflito em Donbass.
"O presidente da Rússia chamou a atenção para o fato de que Kiev continua sua linha destrutiva com o objetivo de minar os acordos de Minsk. Isso fica evidente pelas atividades provocativas das Forças Armadas da Ucrânia na zona de conflito, incluindo o uso de veículos não tripulados de combate aéreo Bayraktar", informou o Kremlin.
Na conversa, que ocorreu por iniciativa da Turquia, segundo a assessoria de imprensa do Kremlin, Putin enfatizou que a Ucrânia precisa desistir da tentativa de influir em Donbass à força.
No final de outubro, o Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia revelou que seu Exército usou um drone Bayraktar turco para atacar posições da milícia em Donbass.
Ainda na conversa, "a pedido do presidente da Turquia, Vladimir Putin o informou sobre os principais resultados da reunião trilateral entre os líderes de Rússia, Azerbaijão e Armênia, realizada em 26 de novembro na cidade de Sochi, por ocasião do aniversário da assinatura da declaração tripartida sobre Nagorno-Karabakh, feita em 9 de novembro de 2020", disse em nota.
Erdogan destacou o papel que a Rússia desempenhou como intermediária na resolução do conflito em Nagorno-Karabakh e acenou a favor de continuar a coordenar esforços conjuntos nesta área, incluindo com o centro de monitoramento russo-turco, criado para vigiar o armistício no local.
© REUTERS / Murad SezerRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, fala durante coletiva de imprensa na Mansão Huber em Istambul, Turquia, 16 de outubro de 2021
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, fala durante coletiva de imprensa na Mansão Huber em Istambul, Turquia, 16 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.12.2021
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, fala durante coletiva de imprensa na Mansão Huber em Istambul, Turquia, 16 de outubro de 2021. Foto de arquivo
Os líderes também discutiram a situação na Síria e expressaram sua satisfação com o nível de cooperação entre os países em prol da normalização da região.
"Os militares dos dois países continuarão a trabalhar juntos na zona desmilitarizada dos rios Idlib e Eufrates", especificou o comunicado.
Além disso, Putin e Erdogan abordaram a questão da Líbia e expressaram a convicção de que não há alternativa a um acordo político e diplomático mediado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

"Foi expressa a esperança de que as eleições nacionais marcadas para 24 de dezembro de 2021, que devem contribuir para a recuperação do Estado líbio e da integridade territorial, sejam realizadas com sucesso", acrescentou o Kremlin.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала