Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ex-capitão dos EUA diz que alienígenas querem enviar mensagem a humanos sobre armas nucleares

© AP Photo / Charlie RiedelImagem de ogiva nuclear norte-americana instalada no interior do estado de North Dakota
Imagem de ogiva nuclear norte-americana instalada no interior do estado de North Dakota  - Sputnik Brasil, 1920, 17.10.2021
Nos siga no
Ex-militar afirma que viu OVNI enquanto estava em serviço de alerta de mísseis na base militar de Malmstrom, em 1967. Um "objeto vermelho brilhante" teria desativado dez mísseis nucleares.
O ex-capitão da Força Aérea dos EUA Bob Salas afirma que a comunidade de inteligência em todo o mundo esteve envolvida em um encobrimento alienígena e que a razão pela qual os governos não estão dispostos a investigar relatos de avistamentos de objetos voadores não identificados (OVNIs) é porque esses Estados adquiriram uma valiosa tecnologia alienígena.
"Existe uma conspiração mundial que está trocando informações em segredo. A comunidade de inteligência pode estar envolvida em um encobrimento mundial", disse Salas ao tabloide britânico The Sun.
O ex-militar aponta para um incidente em 1967 na base militar norte-americana de Malmstrom, em Montana, em que afirma que viu dez mísseis nucleares sendo desativados depois que um OVNI supostamente pairou sobre eles. Salas diz que ele e seu comandante foram obrigados a assinar documentos exigindo que os dois homens nunca discutissem os eventos que testemunharam com ninguém.
"Portanto, houve um encobrimento imediato e contínuo desses incidentes", garantiu.
Comentando sobre a misteriosa ocorrência, Salas enfatizou que nenhuma tecnologia humana poderia ter deixado todos os mísseis nucleares desativados, uma vez que estavam funcionando em sistemas independentes.
© AFP 2021 / BRENDAN SMIALOWSKIICMB nuclear Titan II desativado é visto em um silo em Arizona, EUA. Foto de arquivo
ICMB nuclear Titan II desativado é visto em um silo em Arizona, EUA. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
ICMB nuclear Titan II desativado é visto em um silo em Arizona, EUA. Foto de arquivo
"Esse objeto, seja lá o que fosse, teria que enviar um sinal para cada míssil separadamente e desativar o sistema de orientação", frisou.
O ex-militar não acredita que foi uma demonstração de força, mas sim uma tentativa de uma civilização extraterrestre entregar uma mensagem à humanidade na qual exortavam a Terra a "se livrar das armas nucleares".
Salas e outros ex-militares, bem como pesquisadores de OVNIs, vão falar em uma entrevista coletiva sobre fenômeno aéreo não identificado (UAP, na sigla em inglês) na próxima semana em Washington, EUA. O objetivo é chamar a atenção do público para a questão dos OVNIs e das armas nucleares.
Salas e seus colegas prometem apresentar evidências de encontros com OVNIs e o ex-militar espera suscitar uma resposta dos militares norte-americanos: "Depois de nossa apresentação na próxima semana, esperamos que a Força Aérea dos EUA finalmente faça um comentário e comece a se manifestar e responder a perguntas sobre os incidentes que estaremos relatando", concluiu.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала