Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pompeo diz que 'mundo está preocupado' por EUA 'deixarem cena internacional' no governo de Biden

© AP Photo / Charlie NeibergallO ex-secretário de Estado Mike Pompeo fala no West Side Conservative Club em Urbandale, Iowa, em 26 de março de 2021
O ex-secretário de Estado Mike Pompeo fala no West Side Conservative Club em Urbandale, Iowa, em 26 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.10.2021
Nos siga no
O ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo declarou que a comunidade internacional está muito preocupada com a política externa do atual presidente norte-americano, que não entende "a realidade dura".
Mike Pompeo analisou, em uma entrevista à Fox News nesta sexta-feira (15), as diferenças entre a política externa do governo Biden e a do ex-presidente Trump, e destacou que as decisões temerárias do atual governante colocam em risco o papel dos Estados Unidos no mundo.
"Acho que o mundo está muito preocupado. Acho que eles olham para os primeiros nove meses e estão muito preocupados com o fato de os EUA estarem deixando a cena internacional", disse Pompeo.
"Em sua essência, o que o governo Biden não consegue entender é que existe uma realidade dura lá fora, que existe o mal e existe o bem", acrescentou.
Entre as decisões mais questionáveis do atual governo, o ex-secretário de Estado destacou a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão, que precipitou a tomada do poder pelo Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).
"Se você quiser se retirar do Afeganistão sem levar em conta as repercussões, sem lidar com elas e sem se certificar de que as condições sejam as corretas, os Estados Unidos serão minados", disse Pompeo.
Ele sublinhou que foi um erro fixar um prazo para a retirada, porque os talibãs perceberam que poderia "expulsar" as tropas norte-americanas e "foi o que fizeram". Além disso, Pompeo comentou a possível retomada pelos Estados Unidos do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).
"Se você não deixar claro que será um aliado inabalável do Estado de Israel, os iranianos fornecerão mísseis ao Hamas na Faixa de Gaza e os lançarão contra o Estado de Israel", afirmou.
Pompeo criticou a decisão de Biden de "dar aos russos acesso aos mercados de energia europeus" e "implorar ao Oriente Médio para aumentar a capacidade de produção", apesar de a energia dos EUA ser uma "ferramenta de segurança nacional incrivelmente poderosa".
"O mundo está esperando a liderança dos EUA. Eles estão esperando por um presidente capaz de tomar decisões reais para defender as coisas que consideram importantes", segundo Pompeo.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала