Crise na Índia: empresários pagam até 6.000 euros em jatos particulares para sair do país

© REUTERS / Adnan AbidiHomem corre ao lado de piras funerárias de mortos da COVID-19 durante cremação em massa em Nova Deli, Índia, 26 de abril de 2021
Homem corre ao lado de piras funerárias de mortos da COVID-19 durante cremação em massa em Nova Deli, Índia, 26 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2021
Nos siga noTelegram
Na Índia, a pandemia da COVID-19 atingiu níveis tão alarmantes que empresários estão dispostos a pagar cerca de seis mil euros (quase R$ 40 mil) para sair do país em jatos particulares.

Enquanto a COVID-19 continua causando estragos na Índia, com voos comerciais vindos do país suspensos em muitos países, empresários do setor de jatos particulares lucram com a alta demanda para deixar a Índia. 

A Índia, vale lembrar, é o segundo país mais contaminado do mundo, com mais de 26 milhões de casos, depois dos Estados Unidos, que já registrou mais de 31 milhões de incidências.

A proibição de entrada para viajantes da Índia foi prorrogada por tempo indefinido nos Emirados Árabes Unidos e outros países, como a França e o Reino Unido.

A solução encontrada pelas classes mais ricas na Índia foram os jatos particulares com sede em Dubai. Esses aviões têm a permissão de pousar nos Emirados Árabes se vierem da Índia.

"Todos os nossos voos estão lotados. O ritmo é muito intenso. Temos de três a quatro voos diários, no mínimo, com origem nas várias cidades onde operamos na Índia", observa um empresário do ramo de jatos entrevistado pela Rádio França Internacional. 

O custo desse serviço feito sob medida é aproximadamente 35 vezes o de um voo comercial regular entre os dois países. "É uma quantia muito, muito alta; os bilhetes variam entre quatro mil (cerca de R$ 38 mil) e seis mil euros (cerca de R$ 40 mil) por passageiro", afirmou.

O entrevistado ainda explicou que muitos clientes são residentes dos Emirados, que têm medo de perder o emprego se permanecerem presos na Índia.

© AP Photo / Mahesh Kumar AAeroporto Internacional Rajiv Gandhi na Índia
Crise na Índia: empresários pagam até 6.000 euros em jatos particulares para sair do país - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2021
Aeroporto Internacional Rajiv Gandhi na Índia

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала