México envia protesto aos EUA por suposto financiamento de ONG opositora a López Obrador

© REUTERS / Edgard GarridoO presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, gesticula ao falar durante uma coletiva de imprensa no Palácio Nacional, na Cidade do México, em 24 de março de 2021
O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, gesticula ao falar durante uma coletiva de imprensa no Palácio Nacional, na Cidade do México, em 24 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2021
Nos siga noTelegram
O México enviou uma nota diplomática por ordem do presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, logo depois da revelação de que os Estados Unidos possivelmente financiam a organização opositora Mexicanos Contra Corrupção e Impunidade (MCCI).

"É um ato de intervencionismo que viola nossa soberania", disse o presidente mexicano durante sua conferência matutina de 7 de maio.

"Um governo estrangeiro não pode entregar dinheiro a grupos políticos de outro país. Nossa Constituição proíbe isso. Não se pode receber dinheiro de outro país para propósitos políticos. É uma traição à pátria", afirmou. "É promover o golpismo", ressaltou.

Durante a conferência, o presidente mexicano leu a carta que seu governo enviou à embaixada dos EUA.

"Sobre o assunto, solicitamos que essa embaixada confirme se apoiou esta organização e, se tiver apoiado, solicitamos que a agência correspondente considere a possibilidade de suspender o apoio financeiro proporcionado à organização Mexicanos Contra a Corrupção e a Impunidade, na base do qual o financiamento de agentes políticos vai contra as relações de respeito mútuo e não intervenção", ressaltou a mensagem enviada pelo México aos EUA.

O presidente mexicano acentuou que a organização MCCI, financiada por agências norte-americanas, iniciou uma série de amparos e recursos processuais para travar algumas das principais obras de infraestrutura do governo de López Obrador, tais como a ferroviária Tren Maya ou a construção do novo Aeroporto Internacional Felipe Ángeles.

"É reprovável um grupo opositor a nosso governo ter se dedicado a impedir todas as obras que estão sendo realizadas através da promoção de amparos, como foi o caso do Aeroporto da Cidade do México e do Tren Maya, e com financiamento de um governo estrangeiro", expressou.

No entanto, López Obrador considerou que este assunto não afetará a agenda bilateral entre o México e os EUA, pois supõe que o presidente norte-americano, Joe Biden, muito provavelmente nem sequer tenha conhecimento deste assunto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала