Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Telescópio Hubble registra imagem de enorme estrela escaldante à beira da destruição (VÍDEO)

CC BY 4.0 / NASA, ESA, N. Smith (University of Arizona, Tucson), and J. Morse (BoldlyGo Institute, New York) / Cosmic fireworks in ultravioletUma das maiores estrelas da Via Láctea, Eta Carinae, potencial “assassino” da vida na Terra
Uma das maiores estrelas da Via Láctea, Eta Carinae, potencial “assassino” da vida na Terra - Sputnik Brasil, 1920, 24.04.2021
Nos siga no
Para celebrar o 31º aniversário de seu lançamento, o telescópio Hubble mostrou uma imagem impressionante de AG Carinae, uma das estrelas mais brilhantes que podem ser vistas em nossa galáxia, rodeada por um halo cintilante de gás e poeira.

Lançado em 24 de abril de 1990 em uma missão conjunta da NASA e da Agência Espacial Europeia (ESA, sigla em inglês), o telescópio espacial Hubble realizou até agora mais de 1,5 milhão de observações de aproximadamente 48.000 corpos celestes.

A estrela AG Carinae tem alguns milhões de anos de idade, é cerca de 70 vezes mais massiva que o Sol e se encontra a 20.000 anos-luz de distância da Terra.

O astro pertence a uma classe rara de estrelas chamadas "variáveis luminosas azuis". A AG Carinae pode ser vista rodeada por uma enorme camada de material de cinco anos-luz de largura que a estrela expulsou para o espaço há milhares de anos.

A estrela se encontra em um estado instável. É uma batalha entre a pressão da radiação, que empurra para fora da estrela, e a gravidade, pressionando para dentro. Este "combate" cósmico resulta na expansão e contração da estrela. A pressão para fora ocasionalmente vence a batalha, e a estrela se expande tanto que rebenta as suas camadas exteriores, como um vulcão em erupção.

"Gosto de estudar este tipo de estrelas porque sou fascinada pela sua instabilidade. Elas estão fazendo algo estranho", disse Kerstin Weis, especialista em variáveis luminosas azuis da Universidade Ruhr de Bochum, Alemanha, citada pela NASA.

Estas estrelas estão entre as mais massivas e brilhantes conhecidas e têm um tempo de vida relativamente curto. Por causa de seu enorme tamanho e temperaturas extremamente elevadas, astros com a AG Carinae estão em uma constante batalha para manter a estabilidade. Considera-se que muitas delas acabam suas vidas em explosões titânicas de supernovas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала