Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Técnica 'clássica': chancelaria russa comenta declarações dos EUA sobre ameaças no ciberespaço

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensO edifício do Ministério das Relações Exteriores russo na Praça Smolenskaya-Sennaya, em Moscou
O edifício do Ministério das Relações Exteriores russo na Praça Smolenskaya-Sennaya, em Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2021
Nos siga no
O Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que as alegações norte-americanas sobre uma ameaça russa no ciberespaço são apenas uma tentativa de desviar a atenção para um inimigo externo ilusório.

A chancelaria russa, comentando um relatório recém-publicado da inteligência dos EUA, no qual a Rússia é considerada a principal ameaça dos Estados Unidos no ciberespaço, disse à Sputnik que Moscou também poderia muito bem chamar Washington de sua principal ameaça sem fornecer nenhum fato.

"Nas piores tradições do gênero, o documento lista supostas 'ações provocatórias russas' no ciberespaço, mas, como de costume, não fornece nenhuma prova concreta para sustentar as alegações apresentadas", indicou o ministério.

"De mesma maneira poderíamos chamar Washington de nossa principal ameaça cibernética, sem apresentar nenhum fato, com base apenas nas recentes declarações belicosas de representantes do mais alto establishment norte-americano sobre ataques cibernéticos em massa planejados contra estruturas do Estado russo", disse o ministério.

As declarações de Washington sobre a suposta ameaça cibernética da Rússia são infundadas, este é um pretexto para aumentar o financiamento das agências de inteligência norte-americanas, afirmou a entidade.

"Cultivar a imagem de um inimigo representado pela Rússia para resolver os próprios problemas internos é uma técnica clássica, magistralmente utilizada durante a Guerra Fria", lembrou o ministério russo.

"É também um pretexto muito conveniente para os serviços secretos pedirem ao Congresso o aumento do financiamento orçamentário para suas atividades", acrescentou o ministério russo.

As declarações norte-americanas são nada mais do que uma tentativa de desviar a atenção pública "para um inimigo externo ilusório".

"A atitude e as ações de Washington dificilmente são coerentes com o status ainda preservado dos Estados Unidos como grande potência mundial com responsabilidade especial pela paz e segurança internacionais", declarou à Sputnik a chancelaria da Rússia.

Recentemente, a inteligência dos Estados Unidos publicou um relatório afirmando que a Rússia continuará sendo a ameaça principal dos EUA no ciberespaço e o principal adversário de Washington no espaço no futuro próximo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала