FMI: China deve crescer 8,4% em 2021; já os EUA, 6,4%

© REUTERS / Frederic J. BrownO secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acompanhado pelo Conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, fala com Yang Jiechi, diretor do Gabinete da Comissão Central de Relações Exteriores, e Wang Yi, ministro das Relações Exteriores, na sessão de abertura das conversações EUA-China no Captain Cook Hotel em Anchorage, Alasca, EUA, 18 de março de 2021
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acompanhado pelo Conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, fala com Yang Jiechi, diretor do Gabinete da Comissão Central de Relações Exteriores, e Wang Yi, ministro das Relações Exteriores, na sessão de abertura das conversações EUA-China no Captain Cook Hotel em Anchorage, Alasca, EUA, 18 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.04.2021
Nos siga noTelegram
O Fundo Monetário Internacional (FMI) aumentou nesta terça-feira (6) a projeção de crescimento da economia chinesa para 8,4%.

O relatório cita que as medidas eficazes de contenção da COVID-19 impulsionam a forte recuperação da economia.

Vale lembrar que, em janeiro, na última edição do World Economic Outlook (WEO, na sigla em inglês), o FMI estimou o crescimento da China em 0,3 pontos percentuais abaixo da previsão divulgada hoje (6). Para 2022, a entidade manteve a projeção de uma expansão econômica em 5,6%.

A revisão para cima ocorreu em meio a uma tendência ascendente, escreve o Global Times, uma vez que o crescimento da economia internacional foi projetado em 6% este ano, acima da estimativa do fundo de janeiro, de 5,5%.

© AP Photo / Ahn Young-joonPara deter propagação do coronavírus, homem aplica desinfetante em mercado na China
FMI: China deve crescer 8,4% em 2021; já os EUA, 6,4% - Sputnik Brasil, 1920, 06.04.2021
Para deter propagação do coronavírus, homem aplica desinfetante em mercado na China

Quanto às políticas fiscais e monetárias da China, o fundo projetou um aperto moderado este ano, após uma grande expansão fiscal em 2020 e uma política monetária de apoio contínuo em 2021, antes de retornar gradualmente ao neutro em 2022.

O FMI entende que a economia dos EUA deve crescer 6,4% em 2021, com moderados 3,5% no ano seguinte. Outro país com destaque no relatório é a Índia, cujo crescimento deve registrar expansão de 12,5% neste ano, um ponto percentual a mais do que a previsão do FMI de janeiro. 

© REUTERS / Adnan AbidiUm homem recebe vacina contra a COVID-19 da Bharat Biotech chamada Covaxin, em um centro de vacinação na Índia, 13 de fevereiro de 2021
FMI: China deve crescer 8,4% em 2021; já os EUA, 6,4% - Sputnik Brasil, 1920, 06.04.2021
Um homem recebe vacina contra a COVID-19 da Bharat Biotech chamada Covaxin, em um centro de vacinação na Índia, 13 de fevereiro de 2021
Embora a economia global aparentemente esteja em terreno mais firme, a recuperação seria divergente em meio a grande incerteza, disse o relatório da entidade.

Nos mercados emergentes, "uma diferenciação considerável é esperada entre a China, onde medidas de contenção eficazes, uma resposta vigorosa ao investimento público e o suporte de liquidez do banco central facilitaram uma forte recuperação, e outros", diz o relatório.

As tensões entre a China e os EUA, que permanecem elevadas em várias frentes, e que se estendem por temas como o comércio internacional, a propriedade intelectual, e segurança cibernética, também foram mencionadas no relatório.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала