Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cachalotes aprenderam uns com outros a escapar dos arpões dos caçadores, diz estudo

© Foto / Pixabay / WikimediaImagesCachalote (imagem referencial)
Cachalote (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 21.03.2021
Nos siga no
Nova pesquisa sugere que esse tipo de baleias aprendeu a fugir dos caçadores nadando contra o vento, e passou esse conhecimento aos outros membros da espécie.

Os baleeiros do século XIX aparentemente sofreram alguns revés, pois os cachalotes aprendiam uns com os outros a escapar de seus perseguidores humanos, relatou na sexta-feira (19) o portal Live Science.

De acordo com a mídia, os pesquisadores analisaram os diários de bordo mantidos pelos baleeiros durante incursões no Pacífico Norte na época e apontaram que "as taxas de sucesso dos caçadores diminuíram em 58% em apenas alguns anos".

"No início, as baleias reagiram à nova ameaça dos caçadores humanos exatamente da mesma forma que reagiam às orcas, que eram seu único predador nesse momento", disse Hal Whitehead, professor de biologia da Universidade Dalhousie, Canadá, e autor principal do estudo publicado na revista Biology Letters.

"[Os cachalotes] se reuniam na superfície, colocavam a cria no meio e tentaram se defender mordendo ou batendo com a cauda para baixo. Mas, quando se trata de se defender do capitão Ahab, essa é a pior coisa que eles poderiam fazer, eles se tornavam um alvo muito grande", comenta, em referência a um dos personagens principais de "Moby Dick", romance norte-americano de 1851.

A equipe de pesquisa concluiu que não só os cachalotes aprenderam a escapar dos arpões das embarcações à vela ao nadar contra o vento, mas também as baleias que não haviam encontrado caçadores humanos aprenderam a copiar o comportamento daquelas que se tinham deparado com humanos.

"Cada grupo de baleias que você encontra no mar normalmente compreende duas ou três famílias, e as unidades familiares frequentemente se dividem e formam outros grupos", explicou Whitehead.

"Então, o que achamos que aconteceu é que uma ou duas das unidades que compõem o grupo poderiam ter tido encontros com humanos antes, e as que não tiveram copiaram o comportamento de seus companheiros."

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала