Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Estados Unidos devem conter China sem 'se meterem' em Guerra Fria, afirma alto funcionário

© Sputnik / Artur Aleksandrov / Abrir o banco de imagensSoldado na praça Tiananmen
Soldado na praça Tiananmen - Sputnik Brasil, 1920, 06.03.2021
Nos siga no
EUA devem evitar iniciar uma nova Guerra Fria com a China, apesar da necessidade de conter a superpotência asiática, afirma Adam Smith, presidente do Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Representantes dos EUA (HASC, na sigla em inglês).

"China é a grande questão que vem chamado atenção de todo mundo", disse Smith.

"Temos de ter muito cuidado sobre resvalar em uma Guerra Fria com a China […] Nós lutamos em uma confrontação direta com a China. Eu não acho que seja possível agora os EUA formarem forças militares que possam dominar a China", comentou nesta sexta-feira (5) o alto funcionário em um podcast organizado pela Instituição Brookings.

Os EUA precisam de continuar coexistindo e trabalhando com a China sobre um amplo espectro de questões e não podem ao mesmo tempo acusar de modo regular e oficialmente Pequim de ser o regime mais maligno do planeta, disse Smith.

A solução seria combinar um compromisso de coexistência com uma política de contenção, acrescentou.

"Contenção tornou-se uma palavra feia […] precisamos aceitar a contenção e dissuasão. Existem alternativas para o conflito total", defendeu.

© AP Photo / Jason Tarleton / Marinha dos EUAEmbarcações da Marinha dos EUA, o USS Ronald Reagan e o USS Nimitz entram em formação no mar do Sul da China
Estados Unidos devem conter China sem 'se meterem' em Guerra Fria, afirma alto funcionário - Sputnik Brasil, 1920, 06.03.2021
Embarcações da Marinha dos EUA, o USS Ronald Reagan e o USS Nimitz entram em formação no mar do Sul da China

Smith comentou também que o presidente dos EUA Joe Biden "não tem ilusões sobre elas".

Na quarta-feira (3), em um discurso no Departamento de Estado, o secretário de Estado Antony Blinken disse que a administração Biden estava preparada para enfrentar a China sempre que necessário, afirmando ainda que as relações de Washington com Pequim seriam o "maior teste geopolítico" do século XXI.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала