Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Caixões de 1.800 anos são redescobertos em Israel e podem ter pertencido a casal (FOTOS, VÍDEO)

© Foto / Autoridade de Antiguidades de IsraelArqueólogos da IAA limpam e analisam um dos caixões encontrados durante as obras
Arqueólogos da IAA limpam e analisam um dos caixões encontrados durante as obras - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2021
Nos siga no
Os caixões são provenientes do período romano e foram datados entre 200 e 300 d.C..

Dois caixões de 1.800 anos foram descobertos durante a construção de um hospital para animais no safari de Ramat Gan na capital israelense, Tel Aviv, de acordo com o The Times of Israel.

Segundo arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA, na sigla em inglês), pela natureza ornamentada dos caixões, significava que provavelmente pertenciam a pessoas de alto status social.

Na verdade, há 25 anos atrás, os caixões já haviam sido avistados na região, mas foram transferidos para uma área próxima ao novo hospital e com o tempo, sucumbidos por areia e vegetação densa, sendo posteriormente esquecidos.

© Foto / Autoridade de Antiguidades de IsraelCaixão de 1.800 anos do período romano sendo retirado em meio a obras de hospital para animais em Tel Aviv
Caixão de 1.800 anos do período romano sendo retirado em meio a obras de hospital para animais em Tel Aviv - Sputnik Brasil
1/2
Caixão de 1.800 anos do período romano sendo retirado em meio a obras de hospital para animais em Tel Aviv
© Foto / Autoridade de Antiguidades de IsraelDetalhe de um dos caixões com o arqueólogo da IAA ao fundo
Detalhe de um dos caixões com o arqueólogo da IAA ao fundo - Sputnik Brasil
2/2
Detalhe de um dos caixões com o arqueólogo da IAA ao fundo
1/2
Caixão de 1.800 anos do período romano sendo retirado em meio a obras de hospital para animais em Tel Aviv
2/2
Detalhe de um dos caixões com o arqueólogo da IAA ao fundo

Acredita-se que os caixões tenham sido esculpidos em pedra extraída localmente, mas possivelmente eram imitações dos prestigiosos sarcófagos feitos de mármore proconesiano da ilha turca de Mármara.

"São dois caixões iguais decorados de forma idêntica com guirlandas e discos, e são do período romano, datados entre 200 e 300 d.C.. Provavelmente foram feitos para marido e mulher", disse o arqueólogo Uzi Rothstein citado pela mídia.

De acordo com a IAA, os discos decorativos nos caixões foram concebidos para proteger e acompanhar a alma em sua jornada para a vida após a morte, e guirlandas são uma decoração tradicional para estes objetos. Porém, nesses encontrados, entre as guirlandas, há espaços ovais no qual os arqueólogos acreditam que originalmente deveriam ser preenchidos com um motivo habitual de cachos de uva, mas por alguma razão desconhecida, o trabalho permaneceu inacabado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала