'Derretido': telescópio Hubble tira FOTO do maior anel de Einstein

Nos siga noTelegram
O telescópio espacial Hubble da NASA revelou "anel derretido" curvando ao redor de galáxia em nova imagem espetacular.

Uma galáxia distante está se encurvando ao redor de aglomerado de galáxias, descrito pela NASA como "anel derretido", também conhecido como anel de Einstein.

O objeto nomeado GAL-CLUS-022058s é descrito pela NASA como um "fenômeno muito raro" conhecido como lente gravitacional.

Se o objeto espacial é suficientemente grande, como o Sol, por exemplo, seu campo gravitacional é tão intenso que sua massa pode deformar espaço-tempo e fazer a luz dobrar. Funciona de forma semelhante a uma lupa, por exemplo, que dobra a luz através da lente, fazendo os objetos parecerem mais próximos.

A lente gravitacional foi teorizada por Albert Einstein em sua Teoria da Relatividade Geral.

GAL-CLUS-022058s é o maior e um dos mais completos anéis de Einstein descobertos em nosso Universo. Devido à aparência ardente, NASA o chamou de "anel derretido".

"O alinhamento quase exato de galáxia de fundo com a galáxia elíptica central do aglomerado, vista no meio da imagem, deformou e ampliou a imagem da galáxia de fundo em um anel quase perfeito", de acordo com a agência espacial norte-americana.

Os objetos deste tipo são laboratórios ideais para estudar galáxias que frequentemente são fracas e distantes demais para ser vistas sem lente gravitacional, conforme NASA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала