Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Drones capturam FOTOS de base britânica secreta que guardava arsenal nuclear durante Guerra Fria

CC BY-SA 2.0 / Martin Richard Phelan / Bomba Blue Danube (Danúbio Azul, em português), Barnham.
Bomba Blue Danube (Danúbio Azul, em português), Barnham. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Novas fotos capturadas por drone mostram antiga base da Força Aérea Real (RAF, na sigla em inglês) onde se guardavam partes do armamento nuclear britânico durante a Guerra Fria.

Nas imagens há prédios abandonados e construções enferrujadas, que antes eram fortemente guardadas. Cerca de 60 ogivas foram alojadas nos armazéns da base de Barnham.

A construção da base iniciou-se no começo dos anos 1950 e terminou em 1955, entrando em serviço um ano depois. Cerca de 200 pessoas trabalharam no sítio, destinado para alojar armas nucleares de queda livre.

© FotoBase RAF Barnham.
Drones capturam FOTOS de base britânica secreta que guardava arsenal nuclear durante Guerra Fria - Sputnik Brasil
Base RAF Barnham.

A base era uma das duas instalações no Reino Unido para alojar e manter Blue Danube (Danúbio Azul), uma bomba de queda livre com aproximadamente a mesma potência de Little Boy, bomba lançada em Hiroshima no dia 6 de agosto 1945 e que matou cerca de 80 mil pessoas. Considera-se que cápsulas de bombas e elementos altamente explosivos das armas eram guardados nos prédios grandes, enquanto núcleos físseis se encontravam nos pequenos.

© FotoArmazéns na base RAF Barnham.
Drones capturam FOTOS de base britânica secreta que guardava arsenal nuclear durante Guerra Fria - Sputnik Brasil
Armazéns na base RAF Barnham.

A base estava protegida por cerca dupla de arame e uma parede de concreto com arame farpado no topo. Em 1959, os militares do Reino Unido reforçaram a segurança, instalando duas torres de vigilância à volta do perímetro.

No entanto, o destino de RAF Barnham foi curto, uma vez que a base foi utilizada durante poucos anos e se tornou obsoleta no início da década de 1960, quando bombas nucleares de queda livre foram substituídas por mísseis nucleares. Em 1966, a base se tornou uma unidade industrial. Há quatro anos a Força Aérea Real anunciou o fechamento do sítio e sua eliminação em 2022.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала