- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Em nota, Itamaraty rechaça violência no Saara Ocidental

© Folhapress / Futura Press / Wallace MartinsEm Brasília, o Palácio do Itamaraty é visto pelo lado de fora, em 11 de agosto de 2020.
Em Brasília, o Palácio do Itamaraty é visto pelo lado de fora, em 11 de agosto de 2020. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores do Brasil emitiu um comunicado nesta quarta-feira (18) no qual rejeita a violência no Saara Ocidental e pede respeito ao cessar-fogo que vigora desde 1991.

No comunicado, o Itamaraty reiterou seu apoio ao processo em curso no âmbito das Nações Unidas para alcançar uma solução justa e "mutuamente aceitável" para determinar o status final do Saara Ocidental.

"O governo brasileiro rejeita o recurso à violência e apela a que seja respeitado o cessar-fogo em vigor desde 1991", afirmou o ministério.

O Ministério das Relações Exteriores destacou que acompanha com preocupação os acontecimentos dos últimos dias na zona-tampão patrulhada pelas Nações Unidas, e acrescentou que espera que sejam assegurados o tráfego e os fluxos comerciais no passo de Guerguerate.

Esta semana, o grupo independentista Frente Polisário declarou guerra ao reino do Marrocos, após considerar que o país árabe rompeu o cessar-fogo de quase três décadas no Saara Ocidental.

O Marrocos, por sua vez, iniciou uma operação militar na zona-tampão ao acusar a Frente Polisário de bloquear o acesso à Mauritânia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала