Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Reforço russo na África: Putin aprova construção de base naval no Sudão

© Sputnik / Andrey Stanavov / Abrir o banco de imagensCorveta Sovershenny no porto da cidade russa de Vladivostok
Corveta Sovershenny no porto da cidade russa de Vladivostok - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente russo, Vladimir Putin, solicitou o estabelecimento de posto logístico no Sudão para a Marinha da Rússia, capaz de atracar até mesmo navio movido a propulsão nuclear.

Na semana passada, o primeiro-ministro da Rússia, Mikhail Mishustin, aprovou o projeto de construção de base logística e apresentou a proposta ao presidente Vladimir Putin para assinar o acordo.

Putin aprovou a proposta do governo de instalação de posto logístico no Sudão e pediu que Ministério da Defesa russo fechasse o acordo em nome da Rússia, de acordo com o documento, publicado na segunda-feira (16) no portal oficial de informações legais.

Tudo indica que, com capacidade máxima de abrigar 300 pessoas e quatro navios russos ao mesmo tempo, o posto naval da Marinha da Rússia no Sudão será capaz de receber até mesmo navio movido a propulsão nuclear.

O funcionamento da instalação logística será operado pelos meios da defesa russos.

Anteriormente, o projeto foi acordado com as autoridades do Sudão e com instituições russas de defesa e política externa.

Marinheiros russos poderão permanecer na base durante muito tempo sem consultas adicionais. Além da atracagem de navios, aviões poderão pousar no posto naval, já que a construção inclui uma pista de aterrissagem.

A Rússia terá possibilidade de importar e exportar por portos e aeroportos sudaneses qualquer equipamento para funcionamento da instalação logística e para cumprimento das metas dos navios. Taxas aduaneiras não serão cobradas.

Por sua vez, as autoridades do Sudão há alguns anos destacaram que uma base naval russa ajudaria na luta contra pirataria, contrabando e tráfico de escravos. Sudão enfrenta regularmente violação de suas fronteiras marítimas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала