Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mais 4 países europeus anunciam medidas para tentar conter COVID-19

© REUTERS / Louiza VradiTrabalhadores viajando em trem de Atenas, Grécia
Trabalhadores viajando em trem de Atenas, Grécia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Vacinação em massa, toque de recolher e confinamento parcial estão entre as ações adotadas por Grécia, Áustria, Portugal e Eslováquia.

Quatro países que têm, somados, pouco mais de 930 mil casos e cerca de 4,3 mil mortos por COVID-19 anunciaram neste sábado (31) medidas contra o vírus, informou o site G1. A Grécia optou por um confinamento parcial. A Áustria decretou toque de recolher noturno, das 20h às 6h, e o fechamento de estabelecimentos gastronômicos a partir da próxima terça-feira (3). A Eslováquia iniciou também no sábado um programa de detecção do conoravírus. E Portugal decidiu que qualquer comércio tem que fechar à 22h.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Grécia tem 37 mil casos e 620 mortes. A Eslováquia, 55 mil e 212, respectivamente. A Áustria, 101 mil casos e 1.079 óbitos. Mas é em Portugal que está a pior situação entre as quatro nações: são 137 mil infectados e 2.468 falecimentos.

Na sexta-feira (30), a Áustria teve um recorde de 5.627 infecções, pouco menos do que o nível de 6.000 que o governo imagina ser o teto de capacidade dos hospitais. Os números foram ligeiramente menores no sábado com 5.349 infecções. As autoridades optaram pelo exame do antígeno, que pode ser um componente do vírus, e não é tão eficaz como o PCR onde amostras nasais são analisadas em laboratório.

Portugal também anunciou novas medidas que se aplicarão a 121 das 308 comunas do país. Elas abrangem tanto Lisboa quanto o Porto. As pessoas nessas áreas foram aconselhadas a permanecer em casa e trabalhar remotamente. As lojas devem fechar até as 22h. O primeiro-ministro português Antonio Costa foi claro:

"Se nada for feito, o aumento das infecções inevitavelmente nos levará a uma situação de falha do nosso sistema de saúde", disse.

As medidas serão revistas dentro de duas semanas. No sábado, Portugal registrou 4.007 casos e 39 mortes. Quase duas mil pessoas estão recebendo tratamento, das quais 286 em nível intensivo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала