Kremlin: Rússia espera continuar conversações sobre tratado Novo START com EUA

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensLançamento de míssil balístico Bulava a partir do submarino nuclear russo Yuri Dolgoruky, no mar Branco, em direção ao polígono de Kura (foto de arquivo)
Lançamento de míssil balístico Bulava a partir do submarino nuclear russo Yuri Dolgoruky, no mar Branco, em direção ao polígono de Kura (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Enquanto EUA e Rússia continuam conversações sobre possível prorrogação do tratado de controle de armas nucleares Novo START, Moscou expressou esperança de que as divergências sejam superadas.

Em declaração a jornalistas, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou:

"De fato, ao nível de especialistas, o trabalho [sobre o tratado] tem continuado. E nós mantemos a esperança de que estas conversas com os americanos continuem, esperamos que todos os mal-entendidos sobre a essência da questão sejam superados por meio do diálogo."

Também hoje (21), o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, afirmou, durante uma coletiva de imprensa em Bruxelas, ter esperança na prorrogação do tratado.

"O futuro do tratado START está agora em jogo, ele expira no próximo ano. Saudamos o progresso que tem sido feito nesta questão nos últimos dias", disse.

Ainda ontem, a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Morgan Ortagus, também havia expressado que seu país está pronto para resolver a questão com a Rússia.

"Os EUA estão preparados para se encontrar imediatamente e finalizar um acordo verificável. Esperamos que a Rússia capacite seus diplomatas para fazerem o mesmo", disse Ortagus.

Ainda na sexta-feira (16), a Rússia sugeriu a prorrogação do atual acordo por mais um ano, sem pré-condições, o que foi descartado pelos EUA.

É válido ressaltar que o tratado Novo START, caso não seja prorrogado, deverá expirar em fevereiro de 2021. O documento de controle de armas nucleares foi assinado em 2010, mantendo os arsenais nucleares dos dois países a níveis consideravelmente abaixo dos da Guerra Fria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала