Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ministra da Defesa da Alemanha quer 'bússola estratégica' da UE contra a Rússia, diz revista

© AP Photo / Jens MeyerAnnegret Kramp-Karrenbauer, General Secretary of the German Christian Democratic Union, gestures during her speech at the CDU regional conference to present her concept as candidate for the CDU chairmanship in Seebach, central Germany, Wednesday, Nov. 21, 2018
Annegret Kramp-Karrenbauer, General Secretary of the German Christian Democratic Union, gestures during her speech at the CDU regional conference to present her concept as candidate for the CDU chairmanship in Seebach, central Germany, Wednesday, Nov. 21, 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A ministra de Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, quer que a União Europeia (UE) tenha uma "bússola estratégica" única quanto ao tema Rússia, segundo a revista alemã Der Spiegel.

A ministra afirmou nesta terça-feira (14) no Parlamento Europeu que a Alemanha planeja usar sua presidência da UE para que os 27 países analisem a ameaça comum que a Rússia pode estar representando ao bloco.

Espera-se que o documento esteja pronto até o final do ano, e assim ele servirá de estrutura para a "bússola" que moldará a política de toda a UE em relação à Rússia a partir de 2022.

Até agora, os Estados membros da UE estavam livres para determinar a segurança nacional e as políticas externas, mas a ministra se queixou dessa abordagem fragmentada da Rússia, que vem criando divisões dentro da UE, inclusive na extensão de sanções.

© AP Photo / Francois MoriPresidente dos EUA, Donald Trump, e a chanceler alemã Angela Merkel, durante cerimônia em Paris, França, 11 de novembro de 2018
Ministra da Defesa da Alemanha quer 'bússola estratégica' da UE contra a Rússia, diz revista - Sputnik Brasil
Presidente dos EUA, Donald Trump, e a chanceler alemã Angela Merkel, durante cerimônia em Paris, França, 11 de novembro de 2018

A fala de Annegret Kramp-Karrenbauer vem no mesmo dia em que a chanceler alemã Angela Merkel declarou que a defesa da Europa pelos EUA, que vigora desde o fim da Segunda Guerra Mundial, não é mais algo que pode ser dado como certo.

"É preciso dizer que 30 anos após a reunificação da Alemanha, 30 anos após o fim da Guerra Fria, o mundo está se posicionando de uma nova maneira. O que tínhamos como certo, por exemplo, que os EUA defenderiam a União Europeia, não é mais evidente, está mudando", disse ela.

As divisões entre europeus e os EUA já chegaram à OTAN, organização na qual o presidente estadunidense Donald Trump não poupou críticas ao dizer que os países-membros não estariam investindo os 2% do seus PIBs, devendo assim bilhões em pagamentos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала