- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro fala em reabertura e aponta 'exagero' nas medidas para conter a COVID-19

© AP Photo / Eraldo PeresPresidente Jair Bolsonaro comparece a uma cerimônia para inaugurar o programa Agro Nordeste
Presidente Jair Bolsonaro comparece a uma cerimônia para inaugurar o programa Agro Nordeste - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta segunda-feira (22), o presidente brasileiro Jair Bolsonaro afirmou em entrevista que "talvez tenha havido um pouco de exagero" na maneira como a pandemia do novo coronavírus foi tratada no Brasil.

A entrevista foi realizada pela emissora BandNews após evento em Brasília. Nela, Bolsonaro também defendeu a reabertura do comércio "com responsabilidade" apontando possíveis "exageros" nas medidas de contenção da COVID-19.

"A gente apela aqui aos senhores governadores e prefeitos que obviamente com responsabilidade comecem a abrir o comércio. Porque novas informações vêm do mundo todo, vêm da OMS [Organização Mundial da Saúde], através dos seus equívocos, que talvez tenha havido um pouco de exagero no trato dessa questão lá atrás", afirmou o presidente.

As afirmações ecoam opiniões anteriores do presidente, que critica medidas de restrições adotadas por prefeitos e governadores no Brasil. As medidas são recomendadas pela OMS.

© Folhapress / AgifCoronavírus: profissionais da área médica trabalham na linha de frente do combate à COVID-19 no Brasil
Bolsonaro fala em reabertura e aponta 'exagero' nas medidas para conter a COVID-19 - Sputnik Brasil
Coronavírus: profissionais da área médica trabalham na linha de frente do combate à COVID-19 no Brasil

Na entrevista, Bolsonaro também voltou a dizer que o "efeito colateral do tratamento da pandemia" não deve ser "mais danoso que a própria pandemia", repetindo afirmações anteriores sobre a perda de renda da população.

A perspectiva econômica é de recessão em 2020. O Banco Mundial acredita que o país terá uma queda de pelo menos 8% no PIB, enquanto o relatório de mercado mais recente do Banco Central brasileiro, o boletim Focus, aponta queda de 6,5%.

O Brasil já ultrapassou a marca de um milhão de casos do novo coronavírus e se aproxima da marca de 51 mil mortes causadas pela doença. O país é o segundo mais afetado pela pandemia no mundo, atrás apenas dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала