Esquadrão antibomba da Índia detona carro carregado com 40 kg de explosivos (VÍDEO)

© AFP 2022 / Tauseef MustafaSoldados indianos na Caxemira (foto de arquivo)
Soldados indianos na Caxemira (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um atentado foi evitado na Caxemira, depois que as forças de segurança indianas interceptaram com sucesso um veículo que transportava mais de 40 quilos de dispositivos explosivos improvisados.

A polícia recebeu uma denúncia sobre um possível ataque terrorista na cidade de Pulwama, na noite do dia 27 de maio, permitindo que as autoridades evitassem a perda de vidas em larga escala.

​Assista J&K: Explosão no local do veículo, que estava carregando dispositivos explosivos improvisados, pela polícia em Pulwama. A polícia, a CRPF [Força Policial da Reserva Central da Índia] e o Exército evitaram um grande incidente de explosão de um carro-bomba, depois que a polícia de Pulwama recebeu informações credíveis na noite passada de que um terrorista estava se movendo com um carro carregado de explosivos

O delegado Dilbag Singh informou à ANI que "as pessoas em casas próximas foram evacuadas e o veículo foi destruído no local pelo esquadrão antibomba, pois sua deslocação seria uma ameaça séria".

Segundo relatos da polícia, o carro tinha números de registro falsos e o motorista abandonou o veículo e escapou. A busca pelo infrator está em andamento, e a polícia acredita que o suspeito possa ser membro do grupo terrorista Hizbul Mujahideen.

Esse ataque terrorista recém-neutralizado tem similaridade com um atentado no mesmo distrito em fevereiro de 2019, quando mais de 40 soldados foram mortos por um homem-bomba, tornando-se o pior ataque às forças de segurança indianas em décadas.

© AP Photo / Dar YasinSoldado paramilitar durante confinamento em Srinagar, Caxemira, controlada pela Índia, 25 de março de 2020
Esquadrão antibomba da Índia detona carro carregado com 40 kg de explosivos (VÍDEO) - Sputnik Brasil
Soldado paramilitar durante confinamento em Srinagar, Caxemira, controlada pela Índia, 25 de março de 2020

A Índia colocou a culpa no Paquistão, levando os dois vizinhos com armas nucleares à beira de um conflito total. Nova Deli lançou um ataque aéreo contra o território paquistanês, visando o que dizia ser campos terroristas. Como consequência, o Paquistão acusou a Índia de violar sua soberania, e as hostilidades se transformaram em bombardeios transfronteiriços e em combate aéreo aberto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала