Pompeo afirma lamentar decisão da Palestina de se retirar de acordos com EUA e Israel

© AP Photo / Jens MeyerMIke Pompeo responde às declarações do presidente francês Emmanuel Macron sobre 'morte cerebral' da OTAN, em conferência de imprensa na Alemanha, em 7 de novembro de 2019
MIke Pompeo responde às declarações do presidente francês Emmanuel Macron sobre 'morte cerebral' da OTAN, em conferência de imprensa na Alemanha, em 7 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse nesta quarta-feira (20) que lamenta o anúncio da Palestina de que irá abandonar todos os acordos com Israel e EUA. 

O presidente palestino Mahmoud Abbas afirmou que irá dispensar "todos os acordos e entendimentos com os governos dos EUA e Israel" como protesto diante da decisão de Israel de anexar territórios da Palestina. 

"Observamos o anúncio de Abbas, eu estava em comunicação hoje com nossas equipes lá. Esperamos que as medidas de segurança continuem em vigor, que o trabalho que é feito no terreno para manter as pessoas em Israel e os palestinos seguros continuarão", disse Pompeo em coletiva de imprensa.

Pompeo acrescentou que não tem muita certeza do que fazer com a declaração de Abbas, mas lamenta que o líder palestino "tenha decidido revogar esses acordos".

O secretário de Estado dos EUA lamentou a recusa dos palestinos em ingressar nas negociações do "Acordo do Século", plano elaborado por Washington para garantir paz no Oriente Médio, mas afirmou que continuará a trabalhar com todas as partes envolvidas. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала