Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Superterras' poderiam abrigar vida extraterrestre, diz cientista

Nos siga no
Novo estudo afirma que sinais de vida extraterrestre poderiam ser descobertos nos próximos 15 anos porque a humanidade se encontra em "um grande limiar na história humana da exploração espacial".

Uma nova descoberta está levando os cientistas a acreditar que a vida pode existir em uma atmosfera de hidrogênio, aumentando drasticamente o número de planetas onde alienígenas poderiam viver.

Um novo estudo publicado na revista Nature Astronomy mostra que dois tipos de microrganismos unicelulares, Escherichia coli e levedura, "que normalmente não habitam ambientes dominados por H2 [hidrogênio]", podem na verdade "sobreviver e crescer em uma atmosfera 100% de H2", relata Sara Seager, uma cientista planetária do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, EUA.

Segundo explica a cientista, esta descoberta significa que na prática as chamadas "superterras" rochosas podem afinal abrigar vida.

"A vida poderia prosperar em uma variedade muito maior de ambientes do que geralmente é considerado", disse ela. "Exoplanetas rochosos mais maciços do que a Terra podem reter uma quantidade significativa de hidrogênio em suas atmosferas."

"É provável que as atmosferas de hidrogênio sejam mais frequentes do que as semelhantes à da Terra, tornando-as mais fáceis de detectar. Mas ainda não está claro se o oxigênio é um requisito absoluto. Devemos expandir os tipos de planetas que consideramos valer a pena procurar."

Seager também observou que provavelmente encontraremos sinais de vida extraterrestre nos próximos 15 anos e que "estamos em um grande limiar na história humana da exploração espacial".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала