- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Embraer: Boeing rescindiu 'indevidamente' contrato de parceria

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensUm representante da Embraer na exposição de aviação de negócios JetExpo 2017, em Vnukovo, Rússia
Um representante da Embraer na exposição de aviação de negócios JetExpo 2017, em Vnukovo, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo a Embraer, a Boeing rescindiu o contrato de parceria, anunciado em 2018, de modo indevido.

A Embraer divulgou uma nota neste sábado (25), após a empresa norte-americana anunciar a rescisão do contrato que previa a formação de uma joint venture com 80% de participação da Boeing e 20% da Embraer.

Segundo a empresa brasileira, Boeing fabricou falsas alegações para evitar cumprir a transação.

"A Embraer acredita firmemente que a Boeing rescindiu indevidamente o Acordo Global da Operação (MTA) e fabricou falsas alegações como pretexto para tentar evitar seus compromissos de fechar a transação e pagar à Embraer o preço de compra de U$ 4,2 bilhões [R$ 23,5  bilhões]. A empresa acredita que a Boeing adotou um padrão sistemático de atraso e violações repetidas ao MTA, devido à falta de vontade em concluir a transação, sua condição financeira, ao 737 MAX e outros problemas comerciais e de reputação", informou a empresa por nota.

​A Embraer alega não ter descumprido nenhuma de suas obrigações contratuais, motivo apresentado pela Boeing para rescindir o contrato, e promete adotar medidas contra a empresa dos EUA.

"A empresa buscará todas as medidas cabíveis contra a Boeing pelos danos sofridos como resultado do cancelamento indevido e da violação do MTA", acrescenta o documento.

Na manhã deste sábado (25), a Boeing confirmou a rescisão do contrato da compra de parte da Embraer. Em comunicado oficial, Boeing afirmou ter exercido "seu direito de rescindir" o contrato devido em função da Embraer "não ter atendido as condições necessárias". O acordo entre as empresas previa que a data limite para a rescisão do contrato terminaria justamente no dia 24 de abril.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала