- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Líder do PCC preso em Moçambique é extraditado ao Brasil

© AFP 2022 / AFP/ Polícia Federal do BrasilPolicial federal mostra tijolo de cocaína apreendido em Manaus (foto de arquivo).
Policial federal mostra tijolo de cocaína apreendido em Manaus (foto de arquivo). - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moçambique expulsou neste domingo (19) o traficante brasileiro Gilberto Aparecido dos Santos, conhecido como "Fuminho". 

Um dos nomes mais importantes do PCC e figura-chave das rotas de cocaína do grupo, Fuminho foi detido em Maputo, capital do Moçambique, em ação conjunta das autoridades brasileiras, dos Estados Unidos e de Moçambique. 

Foragido há mais de 20 anos, após escapar da prisão em São Paulo, Fuminho foi detido em um hotel de luxo e estava com um passaporte falso. 

O Ministério do Interior de Moçambique disse em comunicado que Santos foi expulso por ter entrado ilegalmente no país. "A ordem de expulsão foi dada ao cidadão e realizada pelo serviço nacional de migração", afirmou o comunicado do Ministério do Interior de Moçambique obtido pela agência de notícias Reuters.

O ministro da Justiça e da Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro, afirmou que a detenção de Fuminho é "um grande golpe contra o crime organizado".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала