Pinturas encontradas em cavernas no País Basco mudam visão de sociedade pré-histórica (FOTO)

© Sputnik / Igor MikhalevArredores de San Sebastián, popular cidade balneária no golfo de Biscaia, País Basco, Espanha
Arredores de San Sebastián, popular cidade balneária no golfo de Biscaia, País Basco, Espanha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Desbotadas, mas finalmente encontradas, pinturas rupestres da região basca mostram que nesse território coexistiram diferentes culturas pré-históricas.

Espanha e a França são zonas ricas em termos de arte rupestre do Paleolítico, ao contrário do enigmático País Basco, que se reparte entre estes dois países e onde até à data só tinham sido detectados seis locais, gerando a chamada teoria do vazio, que não haveria arte rupestre na região.

Vazio de arte rupestre

Na realidade, apesar de já estar habitado durante a Idade da Pedra, eram escassos os vestígios de arte rupestre encontrados no atual País Basco.

Um estudo de arqueólogos da Universidade do País Basco, publicado pela Universidade de Cambridge e revelado agora pelo jornal Haaretz, dá conta da descoberta de novos 17 sítios de arte rupestre anteriormente despercebidos na região basca.

Os arqueólogos, com recurso a sofisticados meios tecnológicos, lograram descobrir locais de arte do período Paleolítico tardio, alguns dos quais podendo ter até 40.000 anos.

Afinal a arte sempre esteve no País Basco, estava apenas desbotada

Estes achados deitaram por terra a teoria do vazio, dado os sítios conhecidos de arte da Idade da Pedra terem aumentado de seis para 23, comentou a pesquisadora Blanca Ochoa em conversa com o jornal.

Antes destas descobertas, acreditava-se que havia pouca produção artística no País Basco, que era um local pobre nessa arte.

Zona rica e 2 estilos

Uma das cavernas melhor estudadas foi a de Danbolinzulo, nas encostas do monte Ertxiña, que contém desenhos quase completamente desbotados, mas que mudaram a compreensão que os arqueólogos tinham dessa época.

Os pesquisadores concluíram que dois estilos dessas pinturas estavam presentes nesse território na mesma época.

No período entre 40 e 20 mil anos atrás havia duas culturas de arte rupestre na região, a chamada Francesa ou Continental, no território da atual França, e a chamada Ibérica, na península do mesmo nome.

Entretanto, no atual País Basco estão presentes ambas as culturas em diferentes cavernas, o que não só demonstra que na região havia bastante manifestação dessa arte, como a existência de ambas as culturas em simultâneo na mesma área.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала