Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China cobra que os EUA tomem 'medidas imediatas' por acordo com a Coreia do Norte

© AP Photo / Ng Han Guan, FileFronteira da China com a Coreia do Norte
Fronteira da China com a Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga no
A China instou os Estados Unidos nesta terça-feira a tomar "medidas imediatas" para implementar acordos alcançados com a Coreia do Norte durante a cúpula do ano passado em Singapura.
"A China pede aos EUA que tomem medidas concretas o mais rápido possível para cumprir o que foi acordado em Singapura", disse o ministro de Relações Exteriores da China, Wang Yi, ao Diário do Povo em comentários transmitidos no Twitter pela pasta.

"Incentivamos a [Coreia do Norte] e os EUA a elaborar um roteiro viável para estabelecer um regime de paz permanente e realizar a desnuclearização completa na península [coreana]", acrescentou.

A Coreia do Norte alertou Washington no início deste mês sobre um possível "presente de Natal" depois que seu líder Kim Jong-un deu aos Estados Unidos até o final do ano para propor novas concessões nas negociações sobre o arsenal nuclear de seu país.

Após a primeira cúpula realizada em Singapura, Kim se encontrou com o presidente estadunidense Donald Trump em mais duas oportunidades, em uma segunda cúpula realizada em Hanói, no Vietnã, e posteriormente na zona desmilitarizada que divide as duas Coreias.

© AP Photo / Susan WalshLíder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, posam para os fotógrafos após a assinatura do documento conjunto na cúpula histórica em Singapura, em 12 de junho de 2018
China cobra que os EUA tomem 'medidas imediatas' por acordo com a Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente estadunidense, Donald Trump, posam para os fotógrafos após a assinatura do documento conjunto na cúpula histórica em Singapura, em 12 de junho de 2018

Se Pyongyang almeja concessões e alívios acerca das sanções econômicas, os EUA não aceitam abrir precedentes, salvo no caso de os norte-coreanos abrirem mão completamente de seu arsenal nuclear – chegou-se a comentar que Washington deseja atuar na retirada de tais armamentos das instalações da Coreia do Norte.

O impasse que se instalou fez o governo norte-coreano retomar alguns testes balísticos nos últimos meses, e descartar por enquanto a possibilidade de uma terceira cúpula entre Kim e Trump.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала