Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Socialistas vencem eleições na Espanha, mas não conseguem maioria

© REUTERS / Sergio PérezO premiê interino da Espanha, Pedro Sánchez.
O premiê interino da Espanha, Pedro Sánchez. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Partido Socialista dos Trabalhadores da Espanha (PSOE) venceu as eleições deste domingo (10) e terá 120 das 350 cadeiras do Congresso, mas não terá, novamente, maioria para governar.

O PSOE já está no poder com o primeiro-ministro interino Pedro Sánchez, mas convocou novas eleições para superar o impasse gerado pela falta de uma coalizão para governar. Desde 2015, a Espanha já teve quatro eleições e o pleito deste domingo é o segundo do ano. 

Os 120 assentos do PSOE são três a menos do que o conquistado nas eleições anteriores. O Partido Popular (PP) é a segunda maior força da Casa, com 88 assentos (ante 66 das eleições anteriores). As outras forças são: Vox com 52 lugares (ante 24 nas eleições anteriores), Unidos Podemos com 35 lugares (ante 42 nas eleições anteriores).

O líder do Podemos, Pablo Iglesias, afirmou que uma "coalizão de esquerdas" é a "única maneira de frear a extrema direita", em referência ao Vox. 

"A única maneira de frear a extrema direita na Espanha é um Governo que tenha estabilidade suficiente, que garanta as políticas sociais imprescindíveis para frear esse aumento", disse Iglesias.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала