Nova espécie de animais pré-históricos é descoberta na Austrália

© Foto / Pixabay/ anaterateFóssil de um amonite (imagem referencial)
Fóssil de um amonite (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma recente análise dos fósseis de um animal pré-histórico demonstrou que este pertence a uma nova espécie completamente desconhecida.

O espécime, propriedade da Universidade da Tasmânia, foi considerado em 1989 como pertencente ao gênero Paleolimulus. Se trata de artrópodes – animais invertebrados que possuem exoesqueleto rígido e que eram parentes dos caranguejos-ferradura que sobreviveram até os dias de hoje, informa o portal mbs.news.

Mas o doutor Russell Bicknell, da Universidade de Nova Inglaterra, estabeleceu agora que a designação taxonômica era incorreta. No seu estudo, foi confirmado que o animal não pertencia a esse gênero, por isso deu ao fóssil um novo nome, Tasmaniolimulus patersoni, incluindo-o na família taxonômica referente à Austrália – Austrolimulidae.

"Tem grandes espinhos virados para trás que não existem em nenhum dos caranguejos-ferradura relacionados, sendo muito mais pequeno que a espécie existente hoje em dia", disse ele.
© Foto / Dr. Russell Bicknell / University of New EnglandO fóssil, pertencente à coleção da Universidade da Tasmânia
Nova espécie de animais pré-históricos é descoberta na Austrália - Sputnik Brasil
O fóssil, pertencente à coleção da Universidade da Tasmânia

O cientista disse que é provável que os espinhos fossem uma adaptação aos fluxos unidirecionais de água doce, onde possivelmente esta espécie vivia.

Tasmaniolimulus indica a localização do fóssil e patersoni presta homenagem ao professor John Paterson, que era o orientador científico durante seu doutorado.

"John é um paleontólogo australiano espetacular, que contribuiu com o seu conhecimento à nossa pré-história dos invertebrados, e que me apoiou durante meu doutorado, incentivando-me a ser o melhor que podia em ciência", disse Russell Bicknell.

A nova descoberta mostra que esta espécie rara remonta à pré-história. Bicknell considera que esta nova espécie pode servir como mais um exemplo da excecionalidade australiana, destacando a sua existência desde o início da divergência da região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала