Tubarão de 4 m é fisgado no Atlântico com cicatrizes feitas por 'predador' ainda maior (FOTO)

© Foto / Public domainTubarão-branco (imagem referencial)
Tubarão-branco (imagem referencial)  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um grande tubarão-branco foi apanhado ao largo da costa perto da Pensilvânia e Connecticut na segunda-feira (14), depois de ter sido seguido em todo o oceano Atlântico Norte por pesquisadores da OCEARCH.

O tubarão macho de 4 metros foi encontrado com duas grandes marcas de mordida na cabeça. A OCEARCH acredita que os ferimentos foram resultado de competição com outros tubarões machos por uma fêmea, ou de acasalamento com uma fêmea maior.

De acordo com a organização, um dos ferimentos já estava bem cicatrizado, mas o outro era novo.

O presidente e fundador da OCEARCH, Chris Fischer, afirmou que as marcas de dentes sugerem que o responsável por elas era mais comprido em dois ou mais metros.

Tubarões-brancos vivem em um mundo difícil. Precisa de prova? Confira a cabeça do tubarão-branco Vimy. Ele parece ter duas grandes marcas de mordida que suspeitamos ter sido de encontros com outros tubarões. Dá para ver que uma está bem cicatrizada, mas a outra está muito fresca. Vimy é o mais novo tubarão no rastreador para todos seguirem.

A OCEARCH é uma organização que ajuda cientistas a recolherem dados anteriormente inatingíveis no oceano através de pesquisas e explorações.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала