Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia denuncia interferência do Google e Facebook em eleições regionais

© AP Photo / Jens MeyerPessoas trabalhando em notebooks em frente ao símbolo do Google em Hanover, Alemanha (foto de arquivo)
Pessoas trabalhando em notebooks em frente ao símbolo do Google em Hanover, Alemanha (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia da Rússia (Roskomnadzor) disse que o Google e o Facebook tentaram interferir em eleições no país.

Neste domingo (8), milhões de russos saíram para eleger seus governadores e deputados de diversas regiões e da prefeitura de Moscou. No entanto, segundo o Roskomnadzor, infrações foram cometidas no país tanto pelo Google quanto pelo Facebook.

Ambos os sites foram acusados de fazerem propaganda política quando tal atividade é proibida no país.

"Tais ações são uma verdadeira interferência nos assuntos soberanos da Rússia e um empecilho à realização de eleições democráticas no país", disse o Roskomnadzor em declaração pública.

Segundo o secretário de imprensa do Roskomnadzor, os citados sites fazem com frequência propaganda eleitoral de forma automática no chamado "dia do silêncio".

Por lei, o dia do silêncio é o período de 24 horas antes de o pleito começar. Qualquer tipo de propaganda eleitoral fica proibida no país, incluindo carreatas, distribuição de panfletos e transmissão eleitoral por rádio, televisão e outros meios.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала