EUA detectam explosão do foguete europeu no espaço

© Sputnik / Sergei Mamontov / Abrir o banco de imagensFoguete Vega e foguete pesado Ariane 5 no Aeroporto de Le Bourget, onde se realiza o Show Aéreo de Paris 2019
Foguete Vega e foguete pesado Ariane 5 no Aeroporto de Le Bourget, onde se realiza o Show Aéreo de Paris 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Serviço de Monitorização do Espaço da Força Aérea dos Estados Unidos detectou uma explosão do terceiro estágio do foguete Ariane 4 europeu, em órbita, informa o 18º esquadrão de controle do espaço (18 SPCS) da Força Aérea dos EUA.

O Ariane 4 é um foguete da classe média, que foi usado de 1988 a 2003. O foguete é um sistema de lançamento projetado pela Agência Espacial Europeia e fabricado pela Arianespace.

Segundo o comunicado do 18 SPCS, o terceiro estágio do foguete Ariane 4 explodiu em órbita em 22 de julho, tendo sido descobertos 7 fragmentos. Provavelmente, o estágio explodiu por si mesmo e não por causa de colisão com outro objeto.

O 18 SPCS confirmou que a desintegração do 42P R/B (SCC#22079) ocorreu em 22 de julho de 2019. Foram rastreadas 7 fragmentos – não há indicação que tenha sido causada por colisão.

O foguete lançou três satélites para a órbita em agosto de 1992: o Topex / Poseidon dos EUA/França, o Kitsat-1 da Coreia do Sul e o S80/T, da França.

O esquadrão de controle do espaço, localizado na base aérea de Vandenberg, na Califórnia, detecta e identifica todos os objetos artificiais na órbita da Terra.

Segundo o site da Força Aérea dos EUA, antes da destruição, o estágio do foguete orbitou a Terra durante 27 anos em uma altitude entre 1.404 a 1.296 quilômetros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала