Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'S-400 são só um pretexto': general turco explica causas do conflito entre EUA e Turquia

© Sputnik / Yevgeny BiyatovBandeiras dos EUA e da Turquia
Bandeiras dos EUA e da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os sistemas antiaéreos russos S-400 foram só o pretexto para intensificar as tensões entre dois países, os EUA não querem o desenvolvimento e fortalecimento da Turquia, declarou general turco.

Segundo o ex-vice-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Turquia, Ergin Saygun, os Estados Unidos só estão interessados no reforço de Israel.

"Para o Ocidente é importante garantir a segurança de Israel e o controlo sobre os recursos energéticos no Oriente Médio. Os países hostis a Israel são eliminados", disse o ex-militar, citado pelo portal Güneş, sublinhando que no fim da fila destes países está a Turquia.

Ergin Saygun exprimiu apreensão pelo fato de "os problemas nas relações entre a América e a Turquia serem muito maiores do que a questão dos S-400". "Do meu ponto de vista, os S-400 são só uma pequena parte deles [dos problemas]", disse general.

© REUTERS / Ministério da Defesa da TurquiaPrimeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia
'S-400 são só um pretexto': general turco explica causas do conflito entre EUA e Turquia - Sputnik Brasil
Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia

Se Ancara e Washington chegarem a acordo sobre os S-400, adicionou Ergin Saygun, os EUA farão novas exigências à Turquia. Em particular, segundo Saygun, os EUA exigirão cessar todos os contatos com o Irã, criarão um Estado curdo na Síria e proibirão a extração de recursos em Chipre, não tomando em conta a opinião da Turquia.

"Isso quer dizer que o problema não está nos S-400 ou nos F-35. A América não está satisfeita com a política externa independente da Turquia e não quer que a Turquia se torne uma potência regional", aponta o ex-militar.

Se pronunciando sobre as declarações dos EUA sobre o fato de a Rússia vir a receber dados secretos sobre os aviões F-35, Saygun afirmou que elas não são justas porque Moscou já sabe os segredos destes caças.

Segundo ele, há dez anos atrás, as autoridades norte-americanas já discutiram a exclusão da Turquia do programa F-35. Se Ancara receber estes aviões, o balanço de forças no Oriente Médio mudará e Israel perderá a supremacia aérea. Os EUA não podem admitir que isso aconteça, porque vão perder o controle sobre os recursos energéticos na região, disse o ex-militar turco.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала