Médica birmanesa tem licença revogada por publicar fotos sensuais na web

CC0 / pixabay / Uma mulher em lingerie sensual, imagem referencial
Uma mulher em lingerie sensual, imagem referencial - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Inabalável após perda de sua licença médica, a modelo manifestou sua intenção de apelar da decisão tomada pelo Conselho Médico de Mianmar.

Nang Mwe San, modelo e médica de 29 anos de idade, viu a sua licença médica retirada pelas autoridades locais após ter publicado fotos reveladoras nas redes sociais.

Segundo The New York Times, mesmo se tornando médica aos 22 anos de idade, o sonho dela sempre era ser "modelo sexy". Por isso, dois anos atrás ela simplesmente "trocou sua bata branca de médica por biquínis e lingerie", e começou a publicar suas fotos picantes nas redes sociais.

Em janeiro de 2019, ela foi impedida pelo Conselho Médico de Myanmar de publicar imagens desse gênero, devendo também apagar as imagens existentes. A modelo se recusou a seguir as exigências e, no início deste mês, o Conselho Médico lhe informou que a sua licença médica seria revogada.

"Há tanto sexismo aqui. Eles não querem que as mulheres ocupem posições mais altas. E eles julgam as mulheres por aquilo que vestem. Eles nem querem que a gente use calças", queixou-se a modelo.

Mwe San desabafou também nas redes sociais, salientando que "a sociedade não é dona do corpo das mulheres" e agradeceu aqueles que a apoiam.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала