Coalizão liderada pelos EUA admite morte de mais de 1.300 civis em operações na Síria e Iraque

© AFP 2022 / Delil SOULEIMANMulheres caminham em meio a ruínas em Raqqa, cidade localizada no norte da Síria, 1º de maio de 2019
Mulheres caminham em meio a ruínas em Raqqa, cidade localizada no norte da Síria, 1º de maio de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As forças lideradas pelos EUA mataram pelo menos 1.300 civis em resultado da luta contra os grupos terroristas na Síria e Iraque, revelam os militares.

Força-Tarefa Conjunta Combinada — Operação Resolução Inerente (CJTF-OIR, na sigla em inglês) publicou na sexta-feira (31) a avaliação de baixas mensal. Segundo ela, durante a operação contra o Daesh (organização proibida na Rússia e em vários países), na Síria e no Iraque foram mortos 1.302 civis.

"A coalizão realizou 34.502 ataques entre agosto de 2014 e fim de abril de 2019. Nesse período, segundo a informação disponível, a CJTF-OIR estimou as baixas entre civis em 1.302 pessoas, que foram mortas involuntariamente pelos ataques de coalizão desde o início da Operação Resolução Inerente", diz o relatório.

Ataque aéreo da coalizão internacional na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Relatos: coalizão liderada pelos EUA matou mais de 1.600 civis na cidade síria de Raqqa
No mês passado, a coalizão publicou números comparáveis, segundo os quais 1.291 pessoas foram mortas involuntariamente em resultado da operação contra grupos terroristas.

Ao mesmo tempo, a organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional comunicou sobre 1.600 civis terem sido mortos pelas forças da coalizão de junho a outubro de 2017 em consequência da ofensiva em Raqqa.

Os Estados Unidos e seus aliados estão envolvidos na operação militar contra os grupos terroristas na Síria e Iraque desde 2014. Enquanto o governo do Iraque aprovou a presença de unidades estrangeiras, as autoridades da Síria não deram permissão à coalizão para esta realizar atividades militares em seu território, o Conselho de Segurança da ONU também não o autorizou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала