Caracas: especialistas militares russos ficarão na Venezuela enquanto for necessário

© AFP 2022 / Yuri Cortez Il-62 russo que chegou à Venezuela com militares e equipamento
Il-62 russo que chegou à Venezuela com militares e equipamento - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-chanceler venezuelano, Yván Gil, declarou que os especialistas militares russos permanecerão na Venezuela enquanto for necessário, não há quaisquer prazos concretos.

Além disso, ele não excluiu a chegada à Venezuela de novas missões militares russas no âmbito dos acordos militares existentes.

"Eles permanecerão na Venezuela o tempo que for necessário para manter todo o equipamento militar em condições operacionais. Mas não há quaisquer prazos concretos. Provavelmente, chegarão novas missões militares no âmbito dos acordos anteriormente assinados", declarou Yván Gil.

O diplomata sublinhou que o governo do país está pronto para se defender da agressão externa ou interna e que a oposição causa cada vez menos agitação nas ruas.

Manifestantes nas ruas de Madri apoiando o presidente legítimo da Venezuela, Nicolás Maduro - Sputnik Brasil
EUA consideram injetar dólares na Venezuela se regime de Maduro cair
"As manifestações da oposição são cada vez menores, têm cada vez menos apoio do povo. A Venezuela está pronta para repelir uma agressão externa ou interna. A presença da oposição nas ruas não nos preocupa, porque é cada vez menos numerosa", disse ele à margem do fórum empresarial russo-venezuelano no âmbito da 14ª Reunião Intergovernamental Rússia-Venezuela.

Em 23 de março, aviões militares russos An-124 e Il-62 chegaram ao Aeroporto Internacional Simón Bolívar, nos arredores de Caracas, com um grupo de especialistas militares russos, algo que foi criticado pelos EUA.

O vice-presidente, Mike Pence, chamou o passo de "provocação indesejável", enquanto o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que "a Rússia deve sair" da Venezuela, acrescentando que todas as opções estão sendo avaliadas.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, declarou que os especialistas militares russos estão na Venezuela legalmente para participar da manutenção de equipamentos militares russos anteriormente fornecidos a esse país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала