- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Jornalista ajuda encenar um enigmático protesto contra Bolsonaro em Davos (VÍDEO)

© REUTERS / Arnd WiegmannJair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial em Davos.
Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial em Davos. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um enigmático protesto contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, aconteceu em Davos nesta quarta-feira e foi registrado pelo correspondente da Sputnik.

Um mascarado tenta impedir Bolsonaro de cerrar uma árvore que segura um cartaz de Bolsonaro? Foi isso mesmo que o correspondente da Sputnik testemunhou na manhã desta quarta-feira em Davos, na Suíça. 

Em volta: jornalistas entretidos com a cena filmam e fotografam os supostos manifestantes e, em algum momento, uma jornalista, aparentemente suíça, até orienta a movimentação para tudo sair mais bonito no vídeo.

"Super! Perfeito!", diz ela, enquanto seus colegas registram os fatos.

Segundo o correspondente da Sputnik, todo o grupo, incluindo os manifestantes, apareceu no local ao mesmo tempo e iniciou as atividades. Além de um jornalista da Reuters, uma equipe da emissora suíça SRF realizava filmagens.

Um dia antes, a mesma emissora criticou duramente o discurso de Jair Bolsonaro, principalmente no que se refere à preservação do meio ambiente. Já os "mascarados" traziam na roupa adesivos da Campax, uma ONG sueca, relacionada à causa Verde, mas em cujo site não foram encontradas menções à performance. ​

O logo do Fórum Econômico Mundial de Davos brilha durante a reunião anual na Suíça (arquivo) - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Nobel de Economia sobre discurso de Bolsonaro: 'Ele me dá medo'
O significado da encenação parece um tanto óbvio, mas também reflete o interesse sobre a participação brasileira no Fórum Econômico Mundial e, em especial, no novo presidente do país.

O próprio Jair Bolsonaro, por outro lado, parece estar evitando as lentes das câmeras. Na terça-feira, o seu aguardado discurso durou menos de dez minutos, aquém do planejado. Já nesta quarta-feira, o presidente e três ministros faltaram, sem aviso prévio, a uma entrevista coletiva à imprensa internacional organizada pelo evento em Davos.

Aos interessados restam imagens, imaginação dos manifestantes e enigmas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала