EUA: Irã não declarou todas armas químicas à agência global

© AP Photo / Peter DejongSede da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), em Haia, na Holanda
Sede da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), em Haia, na Holanda - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Irã não declarou todas as suas capacidades de armas químicas à agência global de armas químicas em Haia, em violação à convenção internacional de não-proliferação, disse nesta quinta-feira o embaixador dos EUA na organização.

O embaixador Kenneth Ward disse, durante uma reunião da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), que o Irã não informou sobre uma instalação de produção de explosivos de bombas aéreas e que mantém no local um programa para obter munições tóxicas proibidas.

Mísseis iranianos exibidos durante uma parada por ocasião do Dia Nacional do Exército (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Irã garante que seus mísseis podem alcançar bases e navios americanos no Oriente Médio
O Irã, até o momento, não comentou as declarações norte-americanas.

"Os Estados Unidos possui preocupações há tempos de que o Irã possa estar mantendo um programa de armas químicas não declarado à OPAQ", disse Ward em uma conferência da organização.

"Os Estados Unidos também estão preocupados que o Irã também esteja buscando substâncias químicas que atuam no sistema nervoso central para fins ofensivos", disse o diplomata.

O Irã não declarou a transferência de armas químicas para a Líbia na década de 1980, mesmo depois que a Líbia as declarou à OPAQ em 2011, disse ele.

Ward citou a descoberta de projéteis de artilharia com produtos químicos, morteiros e bombas aéreas de origem iraniana como prova de que o Irã não divulgou totalmente suas capacidades.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала