Irã garante que seus mísseis podem alcançar bases e navios americanos no Oriente Médio

© AP Photo / Ebrahim NorooziMísseis iranianos exibidos durante uma parada por ocasião do Dia Nacional do Exército (foto de arquivo)
Mísseis iranianos exibidos durante uma parada por ocasião do Dia Nacional do Exército (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um comandante iraniano do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica disse na quarta-feira (21), que as bases dos EUA no Afeganistão, Emirados Árabes Unidos e Qatar, bem como porta-aviões americanos no Golfo Pérsico, estão no raio de alcance dos mísseis iranianos, informou a agência Reuters, citando a mídia local.

"Eles estão dentro do nosso alcance e podemos atacá-los se eles [norte-americanos] avançarem", afirmou Amir Ali Hajizadeh, chefe da divisão aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, citado pela Reuters

Hajizadeh sublinhou que Teerã melhorou a precisão de seus mísseis, detalhando que agora são capazes de atingir a base aérea americana Al-Udeid, no Qatar, assim como a base Al Dhafra nos Emirados Árabes Unidos e a Kandahar, no Afeganistão, que abriga forças estadunidenses.

Segundo as informações, os mísseis iranianos possuem atualmente a capacidade de atingir alvos a mais de 500 quilômetros de distância, com uma precisão de até 30 metros.

Barras de ouro - Sputnik Brasil
Irã aposta em metais preciosos para enfrentar sanções americanas
A afirmação do comandante surge em meio ao aumento das tensões ente Washington e Teerã.

Em maio, o presidente americano Donald Trump anunciou a saída dos EUA do acordo nuclear iraniano e voltou a introduzir sanções contra o Irã, afetando principalmente suas exportações de petróleo.

No entanto, na semana passada, o chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, disse que as sanções estadunidenses não terão efeito dramático sobre a exportação de petróleo iraniano apesar de Washington ter prometido reduzi-las a zero.

No início de julho, a Guarda Revolucionária do Irã afirmou estar pronta a interromper fornecimentos de outros países através do estreito de Ormuz caso as exportações do Irã fossem frustradas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала