Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mesmo gastando milhões para abri-la, misteriosa base aérea dos EUA foi fechada no Chipre

© AP Photo / Mindaugas KulbisBombardeiro estratégico B-52 da Força Aérea dos EUA
Bombardeiro estratégico B-52 da Força Aérea dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um novo relatório governamental revelou que o Departamento de Estado dos EUA gastou cerca de 71 milhões de dólares (R$ 260 milhões) em uma base aérea no Chipre que tinha objetivos obscuros e acabou por ser fechada no ano passado.

A base, que abrigava cinco helicópteros e aproximadamente 40 contratantes governamentais, foi estabelecida em setembro de 2013 e permaneceu aberta até agosto de 2017. Sua manutenção custou ao Departamento de Estado cerca de 20 milhões de dólares por ano (R$ 74 milhões), segundo o recente relatório do Escritório do Inspetor-Geral (OIG, por sua sigla em inglês), citado pela ABC News.

O OIG determinou que a base aérea foi estabelecida sem a aprovação do Conselho de Administração da Aviação do Departamento de Estado (AGB, na sigla em inglês) e indicou que, desde que a base começou a operar, não apresentou nenhum registro que "explicasse o objetivo da base, o custo antecipado de qualquer serviço de evacuação ou a possível extensão de seu uso".

Vista do Pentágono a partir de um avião - Sputnik Brasil
Por que Pentágono está tão interessado em comprar novos mapas da Europa?
O relatório se refere à base como um exemplo de gastos desnecessários e estabeleceu que o Departamento de Estado "poderia ter economizado quase 71 milhões de dólares em despesas potencialmente desnecessárias" se tivessem sido seguidos os procedimentos necessários.

Patrick Kennedy, o alto funcionário do Departamento de Estado que tomou a decisão de criar a base, por sua vez, disse à ABC News que está totalmente em desacordo com as conclusões do OIG sobre a utilidade da instalação e garante que esta foi uma "decisão racional". "Se você compra seguro e nunca o usa, você cometeu um erro?", perguntou ele. Segundo o relatório do OIG, "os funcionários do departamento com os quais o OIG falou, declararam que a decisão de estabelecer a base foi tomada rapidamente, possivelmente como reação ao aumento das tensões na região".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала