Aviões de reconhecimento estrangeiros são detectados perto da Crimeia (FOTOS)

© Sputnik / Aleksei Malgavko / Abrir o banco de imagensPenínsula da Crimeia
Península da Crimeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um avião norte-americano RQ-4B e um britânico Sentinel R1 foram detectados pelos radares russos quando efetuavam uma missão de reconhecimento sobre o mar Negro e Donbass.

As rotas dos voos foram publicadas na conta do Twitter da Aircraft Spots.

Além de sobrevoar a costa da Crimeia, a aeronave estadunidense com o número de bordo11-2048 foi vista no céu de Donbass. O drone é capaz de permanecer 30 horas na altitude de 18 quilômetros.

Aeronave RQ-4B FORTE10 da Força Aérea dos EUA com o número de bordo11-2048 efetua uma missão sobre o mar Negro e Leste da Ucrânia, FL 530 (nível de 53.000 pés — aproximadamente 1.738 metros)

O avião britânico Sentinel R1 (ASTOR) sobrevoou o sudoeste da península. O Sentinel é um tipo de aeronave com um sistema completo de vigilância aérea, sendo também capaz de realizar ataques.

O avião Sentinel R.1 ZJ691 da Força Real britânica com número de bordo RRR9987 efetua uma missão sobre o mar Negro, FL 410 (nível de 41.000 pés — aproximadamente 1.345 metros)

Mapa político enrolado da Europa. Tais mapas mostrando a Crimeia como parte da Federação Russa estão agora à venda em Simferopol - Sputnik Brasil
Crimeia chama novo plano para 'retomar' península de 'ficção fantasiosa'
Ultimamente, aviões ocidentais têm sido avistados perto das fronteiras russas com cada vez maior frequência. Por exemplo, recentemente foi informado que o avião de guerra radioeletrônica Sentinel R1, pertencente à Força Aérea Real britânica voltou a efetuar uma segunda missão de reconhecimento nas proximidades das fronteiras da Rússia.

O Ministério da Defesa russo apelou repetidamente aos EUA, cujos aviões têm estado envolvidos nestas ações, para que parem os voos, apelos que o Pentágono deixou sem resposta.

Rússia é adversária?

De acordo com o analista russo Boris Rozhin, o Departamento de Defesa norte-americano considera a Rússia como um dos principais adversários dos EUA, alocando a cada ano cada vez mais recursos para tal tipo de atividades.

Além disso, ele destacou que os militares estadunidenses estão monitorando os sistemas de defesa antiaérea russos posicionados na Crimeia.

Crimeia sob proteção segura

Mike Pompeo, diretor da CIA - Sputnik Brasil
Pompeo: EUA nunca vão reconhecer Crimeia como parte da Rússia
Entretanto, segundo o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, o agrupamento de tropas russas na Crimeia não dará "nenhuma chance" aos adversários que se atrevam a penetrar na península.

"Na península foi criado e está sendo reforçado um grupo único de vários ramos militares. Seus sistemas de armas modernos com tecnologia de ponta não dão a mínima oportunidade a um potencial adversário que se atreva a invadir o território russo", frisou o ministro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала