Rússia convoca embaixador britânico após acusações sobre envenenamento de ex-espião

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensMinistério das Relações Exteriores da Rússia
Ministério das Relações Exteriores da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador do Reino Unido na Rússia, Laurie Bristow, foi convocado a se apresentar no Ministério das Relações Exteriores da Rússia nesta terça-feira (13) em meio ao escândalo sobre o envenenamento do ex-oficial de inteligência russa, Sergei Skripal.

No início do dia, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse à Sputnik que convocaria Bristow. A embaixada do Reino Unido na Rússia, entretanto, negou a informação, sugerindo que o embaixador estaria visitando o ministério para conversar com um vice-ministro da chancelaria. 

Bandeira do Reino Unido perto do parlamento britânico, em Londres, em abril de 2017 - Sputnik Brasil
'Londres é responsável por atentado contra ex-espião', diz presidente do parlamento russo
A convocação do embaixador britânico acontece no contexto da deterioração das relações entre Moscou e Londres após a primeira-ministra Theresa May ter dito que é altamente provável que a Rússia seja responsável pelo envenenamento de Sergei Skripal e sua filha.

Em 2006, Skripal foi condenado a 13 anos de prisão na Rússia por seu trabalho para o serviço de inteligência britânico MI-6. Em 2010 ele recebeu refúgio no Reino Unido.   

Em resposta, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia descreveu as observações de May como "exibição no Parlamento do Reino Unido". A embaixada russa nos EUA também divulgou um comunicado afirmando que não há provas de que as autoridades russas tenham qualquer envolvimento com o envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal no Reino Unido.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала