Brexit acentuou divisão entre Londres e o resto da Grã-Bretanha, mostra estudo

© Foto / PixabayBrexit
Brexit - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um relatório divulgado pelos principais acadêmicos do Reino Unido defende a transferência poder político de Londres para as cidades da Grã-Bretanha como modo de atenuar a divisão causada pelo Brexit.

O think tank britânico UK in a Changing EU (Reino Unido em uma Europa em Transformação) divulgou um relatório mostrando que a saída iminente do Reino Unido da União Europeia está exacerbando as tensões entre Westminster e os governos locais em todo o país. 

A primeira-ministra britânica, Theresa May, chega à cúpula da UE em Bruxelas, na Bélgica, em 23 de junho de 2017. - Sputnik Brasil
Reino Unido se prepara para negociar assunto delicado: a fronteira das Irlandas pós-Brexit
Em resposta a essas tensões, o relatório defende que o governo atribua níveis de autoridade sem precedentes às regiões metropolitanas locais, dando-lhes autoridade para promulgar leis e políticas solicitadas pelas pessoas em suas próprias localidades.

Os autores do estudo observaram que o referendo sobre a adesão da Grã-Bretanha à UE — e resultante vitória do "Leave" (sair) — serviram para acelerar os apelos a uma maior autonomia local. Um grande número de londrinos pediu autonomia à capital britânica em relação ao resto do Reino Unido, movimento seguido pela Escócia que planeja realizar novo referendo de independência assim que as negociações entre Londres e Bruxelas estiverem concluídas.

Os prefeitos de Manchester e Liverpool propuseram a convocação de uma primeira "Convenção do Norte", permitindo que a Inglaterra seja governada essencialmente de forma autônoma como na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала