Analista estima quando EUA poderão criar análogos de novas armas russas

© Foto / Ministério da Defesa da RússiaApresentação gráfica dos testes do míssil Sarmat utilizada durante discurso do presidente russo, Vladimir Putin, perante a Assembleia Federal, 1º de março de 2018
Apresentação gráfica dos testes do míssil Sarmat utilizada durante discurso do presidente russo, Vladimir Putin, perante a Assembleia Federal, 1º de março de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-chefe do Estado-Maior das Tropas de Mísseis Estratégicos russas, Viktor Esin, estimou quantos anos os EUA precisarão para criar os sistemas de armas estratégicas iguais aos russos.

Míssil hipersônico - Sputnik Brasil
'Noiva de Satã': Moscou começa produção em série de mísseis hipersônicos Avangard
"No momento, de acordo com a Revisão da Postura Nuclear dos EUA recentemente publicada, os EUA estão começando uma ampla renovação de suas forças nucleares. Com este intuito, até o fim dos 2030 os norte-americanos gastarão enormes recursos, mais de US$ 1 trilhão. Não sei se pretendem criar sistemas de armas tão poderosos como os que o nosso país desenvolveu. Mas caso resolvam fazê-lo, precisarão, segundo estimativas disponíveis, de quatro a seis anos", afirmou Esin em entrevista ao jornal Krasnaya Zvezda.

De acordo com ele, as possibilidades intelectuais e tecnológicas do complexo militar-industrial dos EUA não devem ser subestimadas. 

"Estas são generosamente financiadas pelo governo norte-americano e possuem um potencial considerável", frisou o especialista.

"Ao demonstrar as capacidades de criação de novíssimos sistemas de armas estratégicas, nosso país mostrou para todo o mundo ser capaz de conter de forma eficaz todas as tentativas que visam superar nosso potencial militar. Nós somos capazes de assegurar o balanço estratégico em quaisquer condições", acrescentou Esin.

Sistema de mísseis estratégico Sarmat - Sputnik Brasil
'Ocidente não gosta que Rússia tenha poderosas armas modernas por simples razão'
O analista sublinhou também, que a criação de sistemas de mísseis Sarmat e Avangard está sendo realizado no âmbito do Tratado de Redução de Armas Estratégicas entre a Rússia e os EUA, já que o desenvolvimento de outros tipos de armamentos mencionados pelo presidente russo, Vladimir Putin, durante seu discurso perante a Assembleia Federal, não é regulado por nenhum dos acordos existentes na área de controle de armamentos.

Este 1º de março, o líder russo proferiu o tradicional discurso anual perante a Assembleia Federal da Rússia.

No pronunciamento foram mostrados vários vídeos com os mais recentes desenvolvimentos do equipamento militar russo que nunca haviam sido publicados antes. Entre eles, o sistema de mísseis estratégico Sarmat, um míssil de cruzeiro de alcance ilimitado, um submersível não tripulado e o sistema de mísseis para aviação Kinzhal, entre outros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала