Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Decreto de Intervenção no Rio chega ao Senado e deve ser votado hoje

© Jane de Araújo/Agência SenadoO presidente do Senado Eunício Oliveira assumiu o compromisso de pautar projeto sobre terceirização que está no Senado
O presidente do Senado Eunício Oliveira assumiu o compromisso de pautar projeto sobre terceirização que está no Senado - Sputnik Brasil
Nos siga no
Após aprovação na Câmara dos Deputados na madrugada de terça-feira (20), texto do decreto Nº 9.288 chega ao Senado e deverá ser votado até o final do dia.

Câmara aprovou o decreto Nº 9.288 a intervenção federal na segurança pública com 340 votos favoráveis e 72 contrários. Expectativa é a que a margem de apoio à medida se repita no Senado no decorrer da votação nesta terça-feira (20).

A previsão é de que a matéria seja analisada a partir das 16h, conforme consta na agenda do presidente do Senado, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE).

A Intervenção decretada por Temer na última sexta-feira (16) já está em vigor, porém necessita de aprovação da Câmara dos Deputados e do Senado para que continue valendo. Enquanto o decreto continuar em vigor, nenhuma matéria que altere a constituição poderá ser votada nas casas. 

Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão para votação da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Câmara dos Deputados aprova decreto sobre intervenção no Rio
Para que o decreto seja aprovado no Senado será necessária uma maioria simples, com ao menos 41 dos 81 senadores votando a favor da medida.

Em entrevista na última sexta-feira (16), o presidente do Senado afirmou que a proposta seria analisada em caráter de urgência na Casa, o que significado que irá direto ao Plenário.

O senador também adiantou que apontará um relator favorável à medida, como no caso de Laura Carneiro (PMDB-RJ), relatora na Câmara.

Durante a sessão na Câmara dos Deputados muitas críticas giraram em torno do fato de que não há projeto ou orçamento divulgados para a medida, o que dificultaria inclusive a discussão da pauta. A mesma crítica já foi apontada por senadores críticos à proposta.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала