Itália: homem abre fogo contra imigrantes africanos e polícia suspeita de racismo

© AFP 2022 / JEAN-CHRISTOPHE MAGNENETPolícia da Itália
Polícia da Itália - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um homem abriu fogo a partir de seu carro contra transeuntes na cidade de Macerata, Itália, neste sábado (3). Várias pessoas ficaram feridas e a maior parte delas é de imigrantes africanos. A polícia acredita que a motivação do ataque é racismo.

Segundo a imprensa local, seis pessoas ficaram feridas. A emissora italiana RAI afirmou que o suspeito é um homem branco e italiano que já foi detido. Ele teria feito uma saudação fascista ao ser preso. 

O jornal italiano Corriere della Sera diz que os primeiros disparos tiveram como alvo dois jovens imigrantes africanos. 

O incidente ocorre poucos dias depois que o corpo de Pamela Mastropietro, uma mulher de 18 anos, ser descoberto esquartejado e escondido em duas malas. Um imigrante nigeriano de 29 anos foi preso sob suspeita de conexão com o crime.

Matteo Salvini ha sempre condannato le sanzioni antirusse, - Sputnik Brasil
'Trump italiano' promete expulsar 100 mil imigrantes por ano se for eleito premiê
Políticos de direita nacionalista utilizaram o crime para fazer campanha anti-imigrante. A Itália realizará eleições nacionais em 4 de março.

Uma autópsia preliminar não conseguiu identificar a causa da morte de Pamela. O suspeito nigeriano teve asilo negado no ano passado, mas permaneceu na Itália mesmo assim. 

"O que esse verme ainda estava fazendo na Itália?", escreveu o chefe do partido ultranacionalista italiano Lega Nord (Liga do Norte, em tradução livre), Matteo Salvini. "A esquerda tem sangue nas mãos", ele escreveu.

Os magistrados dizem que testemunhas viram o suspeito nigeriano transportar as malas que mais tarde foram encontradas com o corpo da adolescente. Eles também encontraram roupas e facas manchadas de sangue em sua posse.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала