Israelenses são condenados por tráfico de MDMA na Nova Zelândia

© AP Photo / Drug Enforcement AdministrationPílulas de ecstasy
Pílulas de ecstasy - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Três cidadãos israelenses foram sentenciados a mais de oito anos de prisão por uma corte da Nova Zelândia pela tentativa de traficar um carregamento de MDMA no valor de 2,5 milhões de dólares para o país.

Soldado norte-americano no campo de papoilas no Afeganistão - Sputnik Brasil
Política de drogas de Obama fracassou e aumentou em 40% as mortes induzidas por tóxicos
Victor Borisenko, Vladislav Pischako e Guy Shalom foram condenados por um crime cometido em janeiro de 2017, quando tentaram entrar no país com 8,7 quilos da droga, também conhecida como ecstasy, escondidos em suas malas. Eles foram descobertos durante um exame de raio-x da bagagem no aeroporto de Auckland, segundo relatou o NZ Herald

"Os sindicatos do crime devem pensar que podem fugir enviando carregadores de drogas durante o período de pico das viagens, porque a Alfândega está focada na liberação de passageiros", disse Peter Lewis, gerente de alfândega do aeroporto de Auckland.

De acordo com o Herald, o preço do ecstasy nas ruas da Nova Zelândia é um dos maiores do mundo, o que torna esse mercado extremamente atraente para os grandes cartéis. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала