EUA ampliam sanções contra Irã

Nos siga noTelegram
O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos estendeu as sanções contra o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, incluindo contra o comandante da divisão de elite iraniana, Mohammad Ali Jafari.

Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã - Sputnik Brasil
Ameaça nuclear? Irã produzirá qualquer arma para defender o país, diz presidente
Anteriormente, o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã havia prometido ensinar "novas lições" aos EUA se fosse confirmada a aplicação das sanções.

O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou a expansão das sanções contra o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, que foram impostas em 13 de outubro pelo suposto "apoio ao terrorismo", acusação que foi duramente criticada e negada por Teerã.

Enquanto o presidente norte-americano, Donald Trump, tem sugerido a possível intenção dos EUA de retirar-se do acordo nuclear do Irã, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, chegou a afirmar que Washington pretende cumprir plenamente o acordo como está e "então começar o processo de resolver as falhas", enfatizando que o acordo é do melhor interesse dos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала